Sindicato quer contratação de empacotadores

0

O sindicato diz que faltam empacotadores (Foto: Arquivo Portal Infonet)
Longas filas e caixas que não conseguem exercer os serviços de passar troco, pesar produtos e empacotar as compras. Esse é um quadro comum em qualquer supermercado da capital sergipana. Para o presidente da Federação dos Empregados no Comércio do Estado de Sergipe (Fecomse), Ronildo Almeida, disse nesta quinta-feira, 18, que o problema tem se agravado porque os empresários não estão cumprindo o acordo coletivo para a contratação de empacotadores.

“A última reunião que tivemos na Superintendência Regional do Trabalho [SRT] foi em setembro e o prazo para cumprimento acabou em outubro. Então, enviamos um ofício a superintendência para que as providências sejam tomadas”, diz.

O sindicalista lembra ainda que o problema tem se agravado nos últimos quatro anos. “Nos últimos quatros anos notamos que as empresas começaram a acabar com as funções e a demitir funcionários, mas sem repor”, observa Ronildo Almeida, calculando que com o cumprimento da lei cerca de mil empacotadores podem voltar ao mercado de trabalho.

Saúde

Ronildo Almeida ressalta que os caixas que desempenham acúmulo de função têm enfrentado problemas psicológicos. “Os caixas hoje estão sofrendo uma pressão psicológica grande porque desempenham várias funções e não conseguem dar conta. Então quando o cliente vai ao supermercado e a fila está enorme o caixa é quem sofre a pressão e muitas vezes é mal tratado”, ressalta.

Contraponto

De acordo com o advogado da Federação do Comércio de Sergipe (Fecomércio) e da Associação dos Supermercados (ASE), Thiago de Melo Cabral, após a última reunião com a SRT os empresários foram orientados a contratar, no mínimo, um empacotador para cada três caixas de supermercado. O advogado deixou claro que a medida vem sendo cumprida.

“Ficou também definido que sempre que houver uma necessidade, de acordo com o número de clientes, essa quantidade de empacotadores se elevaria de forma rápida, sendo para cada caixa um empacotador. O objetivo é a qualidade e rapidez no atendimento”, esclarece.

Por Kátia Susanna

Comentários