Sintufs realiza outra manifestação contra “privatização” do HU

0

Os servidores e técnicos em greve da Universidade Federal de Sergipe foram às ruas, mais uma vez, em busca de assinaturas dos sergipanos para impedir a transformação dos Hospitais Universitários em fundações de direito-privado, como prevê o Projeto de Lei Complementar 092. Desta vez, o ato ocorreu na manhã de hoje, 3, no mercado municipal.

Os servidores de 46 das 48 universidades federais do país estão em greve há mais de 85 dias e barrar esse projeto é um dos pontos de reivindicação da categoria. As assinaturas recolhidas em Aracaju serão anexadas ao de todo país e será enviado aos Ministérios da Educação e da Saúde. A expectativa é que sejam recolhidas 1 milhão de assinaturas em todo o país.

Em Sergipe, os organizadores dizem acreditar que deverão ser recolhidas cerca de duas mil assinaturas. Além do abaixo-assinado a categoria já encaminhou aos deputados federais sergipanos um documento pedindo uma intervenção para que não votem a favor do projeto que já se encontra no Congresso Nacional.

Fim da greve

Segundo o presidente do Sindicato dos Servidores Técnico-Administrativos da Universidade Federal de Sergipe (Sintufs), Joseilton Néri, não descartada o fim da greve para a próxima quarta, 5. De acordo com ele, o comando de greve nacional estará reunido com membros do Governo Federal para discutir as propostas dos grevistas.

Joseilton explicou que mesmo que seja fechado um acordo entre o comando nacional e o governo, este será levado para votação numa assembléia com o servidores locais. “Mesmo sendo positiva a reunião em Brasília, nós aqui decidiremos em assembléia pela continuidade ou não do movimento”, disse.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais