Situação caótica da cultura

0

A caótica situação da cultura no Estado de Sergipe foi exposta, ontem, na assembléia pelo ator Isaac Galvão, presidente do Sated e da Ecos, esta última, a entidade que congrega as demais entidades culturais do Estado.

 

Ele reclamou principalmente do Funcart – Fundo de Cultura e Arte – que instituído por lei em 2001, ainda não foi ativado porque o Secretário da Pasta diz que a participação do Detran no fundo seria inconstitucional.

 

Ademais, a Secretaria cobra demasiado alto pelos espaços cênicos do Estado, inviabilizando a montagem de peças. Isaac Galvão atendeu a convite da deputada Ana Lúcia para que Isaac Galvão falasse sobre a Cultura de Sergipe, ainda como parte da programação do dia da Cultura, que foi no último dia 5 de novembro.

 

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais