Situação “muito grave”

0

A primeira dama do Estado, senadora Maria do Carmo, contou para uma amiga que o que João Alves teve foi “realmente muito grave”. Se ele não tivesse sido atendido imediatamente, e a hemorragia no duodeno não tivesse sido estancada logo, poderia haver seqüelas graves.

Maria do Carmo estava muito abatida ontem, mas tinha certeza de que João Alves vai superar este problema, “no menor espaço de tempo possível”. Maria do Carmo deve ficar com o governador em sua estada em São Paulo, mas a Secretaria de Comunicação não divulgou se suas filhas também seguiriam para a capital paulista. Esta é a primeira vez que o estado de saúde de João Alves preocupa e ele passa por uma UTI.

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais