SSP conclui investigação de morte de irmão de vereador

0
Momento em que o corpo do detento é velado (Foto: Arquivo Portal Infonet)

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) concluiu a investigação da morte do detento Wesley Santos da Silva, 33, irmão do vereador Anderson de Tuca, de Aracaju. De acordo com informações da assessoria de imprensa da SSP, as investigações foram conduzidas pelo Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) e a equipe concluiu pelo indiciamento de cinco detentos envolvidos na confusão.

Conforme a assessoria, as investigações da SSP levaram ao indiciamento daqueles homens que se envolveram na confusão e acabaram matando Wesley, usando um pedaço de vergalhão, que teria sido extraído de parte da estrutura do próprio presídio. Conforme a assessoria da SSP, os indiciados são Edson dos Santos Nascimento, Elisson Araújo da Silva, Genisson de Melo Santos Filho, José Aderval Lira de Menezes, conhecido como Galeguinho, e Wallas Henrique de Jesus Franco Santos.

No início, houve conflito nas informações quanto a causa da morte. No primeiro momento, a SSP confirmou versão da família de que o detento teria sido atingido por disparos de arma de fogo. Os ferimentos que surgiram no corpo da vítima eram semelhantes àqueles produzidos por arma de fogo, conforme explicações da cúpula da SSP. Em entrevista coletiva, os delegados da polícia civil Cristiano Barreto, secretário de Estado de Justiça, e Tereza Simony, do DHPP, e também o diretor do Instituto Médico Legal (IML), José Aparecido, descartaram a hipótese de uso de arma de fogo neste caso.

por Cassia Santana

Comentários