SSP diz que homicídios diminuíram em Itabaiana

0
Entre os dias 4 e 6 de julho, seis pessoas foram assassinadas (Foto: Arquivo Portal Infonet)

Após o duplo homicídio ocorrido dentro do Hospital Regional Garcia Moreno, em Itabaiana, a cidade voltou a chamar atenção pela violência. Em três dias, seis mortes violentas por arma de fogo foram registradas no município. Apesar disso, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) apontou uma redução na quantidade de homicídios na região.

De acordo com SSP, entre o dia 1º de janeiro e 9 de julho de 2016, ocorreram 56 assassinatos no município. Já no mesmo período de 2017 o número caiu para 49, registrando uma redução de 12,5%.

Sequência de crimes

Um paciente e um acompanhante foram executados dentro do hospital da cidade na madrugada do último dia 4 de julho. Os criminosos se passaram por policiais militares etiveram acesso ao local de internamento da vítima que, de acordo com a SSP, era ex-presidiário.

O Portal Infonet entrou em contato com o delegado Fábio Santana, responsável pelas investigações. De acordo com ele, o inquérito continua aberto, mas não quis dar mais detalhes para não comprometer as investigações.

Um dia após o duplo homicídio, câmeras de segurança das casas e estabelecimentos comerciais próximos ao hospital já estavam sendo solicitadas aos responsáveis mas, de acordo com a SSP, há certa dificuldade para conseguir o material porque a população teme represálias.

No dia 5 de julho, noite seguinte ao crime no hospital, ocorreram mais três homicídios: Flávio de Jesus Lima, 27 e Reinan Prata Santos, 21, estavam em uma motocicleta e teriam sido perseguidos por um carro. Os dois foram atingidos e morreram ainda no local. Outra vítima, conhecida como ‘Derlan’, havia sido recém-libertada do sistema prisional, e foi alvo de uma suposta emboscada no município. O homem tinha envolvimento com furtos, homicídios e tráfico de drogas, de acordo com a PM.

Já no dia 6, mais um assassinato foi registrado. A vítima, desta vez, foi José Teles de Menezes, de 51 anos, alvejado a tiros enquanto estava na porta da casa do irmão, no povoado Rio das Pedras, próximo à BR-235.

Por Jéssica França

Comentários