SSP não identifica autor da confusão que causou morte de detento

0
Confusão aconteceu em um dos pavilhões do Copemcan no final de janeiro (Foto: arquivo Portal Infonet)

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) ainda não concluiu o inquérito policial instaurado para investigar a morte do detento Marcos José Lima Queiroz, vítima de uma confusão ocorrida em um dos pavilhões do Complexo Penitenciário Manoel Carvalho Neto (Copemcan), em São Cristovão. A morte do detento foi registrada na tarde do dia 31 de janeiro deste ano.

De acordo com informações da assessoria de imprensa da SSP, o inquérito continua em tramitação no Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP). A autoria do crime ainda é desconhecida. O DHPP instaurou o inquérito policial, mas ainda não ouviu o depoimento dos familiares da vítima.

A assessoria de imprensa da SSP informou que a equipe do DHPP continua realizando diligências, inclusive para ouvir o depoimento de outros detentos que se encontravam no pavilhão, onde a confusão aconteceu.

por Cassia Santana

Comentários