Suspeitos de assassinar procurador são ouvidos na DEDT

0
A viúva do aposentado, Anoilza Santos Gama Melo de Araújo (Foto: Divulgação DEDT)

A delegada de Delitos e Trânsito, Daniela Barreto, iniciou na manhã desta quarta-feira, 13, as oitivas com os suspeitos de serem os articuladores da morte do aposentado, ex-procurador do Estado e ex-delegado, Antônio de Melo Araújo, de 63 anos. A vítima morreu após um atropelamento no dia 6 de abril deste ano. Cinco suspeitos foram presos, dentre eles a viúva do aposentado, Anoilza Santos Gama Melo de Araújo.

De acordo com a delegada Daniela Barreto, os cinco suspeitos estão sendo ouvidos neste momento. “No momento estamos conversando com os presos. Eles estão sendo ouvidos”, resume.

Entenda

A polícia iniciou as investigações após suspeitar da participação da viúva na morte do aposentado. As investigações duraram quatro meses de investigação. Estão sendo ouvidos a viúva, Anoilza Santos Gama Melo de Araújo, que seria a suposta mentora do crime, Gabriel Ernesto Nogueira de Oliveira [namorado de uma das filhas de Anoilza], Manoel Nogueira Neto [pai de Gabriel Ernesto], Gabriela Figueiredo Guedes [colega de trabalho de Anoilza] e Felipe Dias Gomes [genro de Anoilza].

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais