Suspeitos de fazer arrastão em Socorro são presos no Marcos Freire

0
Aparelhos foram roubados pelos acusados (Foto: 5º Batalhão de Polícia Militar)

Três suspeitos por prática de arrastão para roubar estudantes e trabalhadores foram presos na manhã desta sexta-feira, 19, no Marcos Freire, no município de Nossa Senhora do Socorro. De acordo com informações do major Henrique Rocha, comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar, nesta ação policial foram presos três homens e apreendidos seis aparelhos de telefone celular, que teriam sido roubados.

De acordo com o major Henrique Rocha, os suspeitos estavam agindo na avenida Perimetral e atacavam os pedestres que se deslocavam para o trabalho ou para a escola. Eles não estavam armados e “tomavam os objetos das vítimas na tora”, conforme destaca o major. Os acusados e os aparelhos apreendidos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil do Conjunto Fernando Collor, naquele município.

O major Henrique Rocha alerta que as pessoas que foram vítimas de assaltos nessa manhã poderão prestar o Boletim de Ocorrência na Delegacia do Fernando Collor e adotar as medidas para recuperar os bens.

Arrastão

Arma e celulares apreendidos com suspeitos de fazer arrastão (Foto: BPM de Socorro)

Os arrastões se tornaram comuns na região metropolitana. Na quinta-feira, 18, dois acusados de promover arrastão na zona sul de Aracaju também foram presos pela equipe do 5º Batalhão da Polícia Militar. Eles foram localizados em um posto de combustível no município de Nossa Senhora do Socorro, ocupando um veículo que teria dado suporte aos assaltantes na ação criminosa que culminou com o roubo de um outro carro no bairro São Conrado, na capital sergipana.

Os policiais do 5º Batalhão foram mobilizados e realizaram patrulhamento na avenida principal quando observaram o veículo com as características daquele utilizado pelos assaltantes. Na abordagem, os policiais encontraram uma arma de fogo dentro do carro, aparelhos de telefone celular e carteiras de documentos, que teriam sido roubados das vítimas.

Os suspeitos também foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil, juntamente com os objetos para que os procedimentos legais sejam adotados e a devolução às vítimas.

Por Cassia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais