Táxis voltam a funcionar com bandeira 1

0

Carlos diz que esse foi o pior dezembro dos últimos dez anos
A partir do dia 1º de janeiro, taxistas voltaram a trabalhar com a bandeira 1. Durante o mês de dezembro, a categoria trabalhou com a bandeira 2 visando alcançar a meta do 13º salário, mas muitos não conseguiram alcançar a meta e disseram que esse foi o pior dezembro dos últimos dez anos.

 

O taxista Carlos Menezes, que trabalha na profissão há dez anos, disse que o movimento foi bastante fraco, inclusive nos dias de Natal e Ano Novo. “A cidade estava vazia durante os dois dias de festa. Só a partir das 21h é que as corridas chegaram disparadamente e as operadoras de táxi ficaram muito congestionadas. Esse foi o pior dezembro que já vi, inclusive para os outros setores também. Muitos amigos que trabalham no comércio disseram que o movimento foi fraco”, explica Carlos.

 

Taxista há doze anos, Edvaldo Félix também confirma a pouca movimentação nas ruas da cidade durante o mês de dezembro, mas diz ter alcançado sua meta com a bandeira 2. “Foi muito difícil, mas consegui. Trabalhei todos os dias da semana durante todo o mês de dezembro. Quem fez isso, ganhou um dinheirinho legal”, disse Edvaldo.

 

De acordo com ele, a meta alcançada não é um padrão. “Depende de cada taxista. Há aqueles que querem R$ 500, outros R$ 800 e, claro, os que querem ganhar R$ 1000, R$ 1500. Mas pouquíssimos profissionais ganham isso em Aracaju. Táxi aqui é barato, mas a população ainda acha muito caro”, explica.

 

A categoria não está satisfeita com a volta da bandeira 1 e afirma que é preciso um reajuste sob o valor, já que muitos carros funcionam com o Gás Natural Veicular, que promete sofrer aumento ainda no primeiro semestre deste ano.

 

 

Fábio explica o funcionamento das bandeiras 1 e 2
Bandeira 1 x Bandeira 2

 

Muitas pessoas acreditam que o valor da bandeira 2 é o dobro do utilizado na bandeira 1, o que não é verdade. De acordo com informações de taxistas da cidade, as duas bandeiras começam com o valor de R$ 2,20 para os táxis que oferecem desconto, e R$ 2,70 para os demais. A diferença está na quilometragem percorrida. “Na bandeira 1, cada 100 metros equivale a R$ 0,10. Na bandeira 2 esse mesmo valor é cobrado a cada 80 metros. Logo, o aumento é de 20% em relação à corrida normal”, diz o taxista Fábio Santos.

 

 

Horário e dias de funcionamento

 

Bandeira 1 – É válida das 6h do dia 1º de janeiro às 22h do dia 30 de novembro, exceto sábados, domingos e feriados;

Bandeira 2 – Segundas às sextas das 22h às 6h, sábados, domingos e feriados e durante todo o mês de dezembro

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais