Taxista diz que foi agredido por lutador

0

Marcos teve o joelho quebrado de passará por cirurgia(Foto:Portal Infonet)
Um taxista identificado como Marcos, que está internado no Hospital Cirurgia desde a noite de sábado, 2, diz que foi agredido e teve a perna quebrada por um homem, inicialmente identificado como Alex, lutador de artes marciais.

De acordo com o taxista ele trafegava pela avenida Visconde de Maracaju, sentido Soledade, quando na tentativa de retornar pelo outro lado da avenida, acabou encontrado com o lutador. “Todo mundo que dirige sabe que quando você pega um retorno em uma avenida movimentada, você tem que tentar entrar aos pouco, daí coloquei o bico do carro em uma parte da avenida, mas ele não me deu passagem”, relata.

Ainda segundo Marcos, ao perceber que o lutador ficou irritado com a sua tentativa de pegar a avenida, ele pediu desculpas. “Ele buzinou irritado e gesticulou reclamando da minha tentativa, então buzinei de volta e levantei a mão admitindo que tinha errado, como um pedido de desculpa”, explica o taxista.

Marcos ainda relatou que logo em seguida conseguiu fazer o retorno, mas o lutador não permitia a sua passagem. “Depois disso ele começou a me fechar fazendo zigue zague na avenida. Só nas imediações do colégio Marco Marciel consegui passar por ele e parei o carro”, explica.

O taxista relatou que ao se aproximar da porta do motorista recebeu a primeira agressão. “Eu desci do carro e fui até ele, abrindo os braços e perguntando o porque disso, quando cheguei perto ele afastou as minhas mãos e me deu um murro na boca e acabei caindo”, informa.

Cópia do ofício que a vítima recebeu(Foto: Portal Infonet)
Marcos ainda informou que nesse momento o lutador desceu do carro e desferiu vários chutes contra ele. “Quando eu estava no chão ele começou a me chutar, então tentei levantar para revidar e ele acabou quebrando meu joelho. Populares chegaram para ajudar e alguém acionou os outros taxistas pelo rádio”, relata.

Com a chegada dos taxistas, a informação é de que o lutador fugiu em direção ao condomínio Visconde de Maracaju, onde provavelmente reside e acabou sendo perseguido. “Os colegas da empresa foram atrás dele e o cercaram, mas ele entrou em casa e ninguém podia invadir. Minutos depois a polícia chegou e ele foi conduzido até a delegacia”, explica.

Marcos recebeu os primeiros socorros da equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e foi encaminhado ao hospital. O proprietário do carro que Marcos dirige, identificado como Paulo, foi até a delegacia, na companhia de outros taxistas.

Segundo Paulo, o agressor também chamou a polícia. “Acho que ele ficou com medo e acionou a polícia também. Na delegacia ele ficou detido por algum tempo e depois de ouvido foi liberado. Eu apenas recebi uma cópia de um ofício para entregar a Marcos, mas que não diz absolutamente nada. Me parece ainda que ele contou que foi agredido, mas não tinha um arranhão no corpo”, relata.

A equipe do Portal Infonet procurou a vítima, que está internada no Hospital Cirurgia, que mostrou a cópia do ofício recebido. “Na verdade não sei o que fazer, porque achei que como ele foi preso em flagrante eu seria encaminhado para fazer exame de corpo de delito. Agora estou aqui, amanhã serei operado e não sei o que vai acontecer”, lamenta Marcos.

Delegacia

A equipe do Portal Infonet foi informada do fato ainda na noite de sábado, 2, mas todos já haviam saído da delegacia. Na manhã deste domingo, 3, ao retornar para a Delegacia Plantonista na tentativa de encontrar um Boletim de Ocorrência (BO), ou algum tipo de informação referente ao fato, nada foi encontrado.

Nenhum dos policiais de plantão na manhã deste domingo, 3, souberam fornecer qualquer tipo de informação, já que nenhum registro foi feito em BO ou em livro de flagrantes.

A equipe retornou a delegacia no período da tarde, mas não foi atendida pelo Delegado de Plantão, que informou que deveríamos procurar o delegado que atendeu a ocorrência na noite de sábado.

Por Alcione Martins

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais