Taxistas da Barra tentam cumprir novas regras

0

Táxis devem estar com nova plotagem
Começou nesta segunda-feira, 16, a fiscalização que visa disciplinar o transporte lotação da Barra dos Coqueiros para Aracaju. Agentes de trânsito estão a postos na saída da cidade ao pé da Ponte Aju-Barra parando todos os veículos para saber se estão dentro das normas.

O carro de Rodrigo Oliveira, que ficou fora da lista dos 100 taxis autorizados a fazer o transporte foi parado. Ele conta que não estava fazendo transporte de passageiros. A única orientação da polícia foi para que ele retirasse a plotagem antiga do veículo.

Além destes casos, o Cabo Alex conta que alguns motoristas

Rodrigo teve que tirar plotagem antiga e recebeu orientção dos agentes
ainda não se adequaram a algumas normas estabelecidas junto ao Ministério Público, mas que o trabalho hoje serámais de orientação. “Eles tiveram um prazo para se adequar, mas alguns ainda não conseguiram terminar a plotagem ou ainda não conseguiram o alvará para rodar”. Ele explica ainda que todos os taxistas devem estar fardados e não é permitido motorista auxiliar, regras que alguns ainda estão descumprindo.

Revolta

Os taxistas que ficaram fora da lista dos 100 que estão autorizados a fazer o transporte lotação fizeram carreata e se concentraram em frente à prefeitura da Barra dos Coqueiros na tentativa de serem recebidos pelo prefeito Gilson dos Anjos. “Estamos aqui numa manifestação pacífica para

Quem ficou de fora tenta negociar com prefeito
tentar uma negociação antes de tomar uma atitude mais drástica”, explica Moises Gama.

“Não queremos prejudicar a população, mas temos um limite. Vamos voltar aqui amanhã e depois. Mas se não houver diálogo vamos fechar a ponte”, afirma o taxista Edson Aparecido. Ele conta que mais de 70 taxistas estão sendo punidos por ‘arbitrariedades’ cometidas na gestão passada e na atual e a tentativa é de tentar conversar com o prefeito para reverter essa situação.

As informações passadas pelo secretário de Comunicação da Barra, Diego Gonzaga é de que o prefeito já participou de audiência pública sobre o assunto e que as medidas cabíveis já foram tomadas.  

Por Carla Sousa

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais