Torre mantém suspensa coleta de lixo

0
Funciionários da Torre são liberados novamente (Fotos: Cássia Santana/Portal Infonet)

A Torre Empreendimentos manteve suspensa a coleta de lixo nesta sexta-feira, 14, caracterizando que não há acordo entre a empresa e a Prefeitura de Aracaju. Neste terceiro dia de paralisação dos serviços por determinação patronal, os trabalhadores chegaram à sede da empresa pontualmente e se concentraram na porta da Torre. Pouco antes das 7h, os funcionários foram convocados a entrar no prédio e, em seguida, liberados. Apesar dos transtornos, nem a diretoria da empresa nem a Prefeitura de Aracaju se manifestam nem transmitem informações sobre a origem do problema.

Diretores do Sindicato dos Empregados da Limpeza Pública e Comercial do Estado de Sergipe (Sindelimp) acompanharam toda a mobilização dos trabalhadores na sede da empresa no bairro São Conrado e voltaram a alertar sobre a possibilidade de haver sobrecarga para a classe assim que os trabalhos forem normalizados. “Estamos aqui para resguardar os direitos dos trabalhadores, para evitar a exaustão do serviço, estamos vigilantes para que a empresa não venha maltratar os trabalhadores”, enalteceu o presidente do Sindelimp, Rayvanderson Fernandes.

Lixo se acumula na cidade

Diretores da Torre chegaram a conversar com os trabalhadores, orientando-os a ocupar o pátio da empresa. Houve uma rápida reunião e, logo depois, os trabalhadores saíram, informando que estariam liberados para retornar às respectivas residências. Um homem que se apresentou apenas como Irmão, que seria um dos representantes da empresa, deu atenção aos jornalistas e radialistas, mas não forneceu nenhuma explicação. Ele disse apenas que, no “momento oportuno”, o diretor geral se manifestaria.

Na Prefeitura de Aracaju, o silêncio se tornou a grande defesa. A assessoria de imprensa da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) disse apenas que não possuía informações e que não estaria autorizada a prestar outros esclarecimentos. Mas, por insistência da reportagem do Portal Infonet, a assessoria acabou revelando que a Emsurb suspendeu a atividade do projeto Cata Bagulho e destinou o veículo para fazer a coleta parcial do lixo doméstico que se acumulava nos canteiros das avenidas.

População dispensa lixo nas calçadas

No entanto, a assessoria admitiu que, apesar do paliativo, a situação permanecia caótica e a prefeitura sem respostas para o problema. O Portal Infonet continua aguardando uma resposta da Prefeitura de Aracaju para esclarecer a origem da suspensão da coleta de lixo em Aracaju.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais