Trabalhadores protestam contra fechamento do matadouro de Itabaiana

0
Trabalhadores protestam contra fechamento do matadouro de Itabaiana (Foto: Sergipe Notícias)

Um grupo de aproximadamente 100 pessoas se reuniu, na manhã desta quinta-feira, 8, na frente da Câmara de Vereadores de Itabaiana, para protestar contra o fechamento do matadouro da cidade após a operação Abate Final, que resultou na prisão do prefeito Valmir de Francisquinho (PR), do secretário de Agricultura, Erotildes de Jesus, e outras três pessoas .

Uma comissão formada trabalhadores do matadouro está negociando, neste momento, com um promotor de justiça na sede do Ministério Público, que fica em frente à Câmara de Itabaiana. De acordo com o tenente Jobson, supervisor do 3º Batalhão de Polícia Militar, o ato começou por volta das 9h e segue de maneira pacífica.

O subprocurador da cidade de Itabaiana, Lucas Cardinalli, informou que o matadouro ficará fechado até que o prefeito, vice-prefeita, autoridade do Ministério Público ou da Justiça tomem uma decisão sobre o tema. “Precisamos saber quem vai ser designado para recolher as taxas de abate do município, verificar as questões sanitárias. Temos que entender também quais as práticas que as autoridades consideram suposto crime, para que quem seja posto no lugar não volte a cometê-las”, disse.

Abate Final

A operação Abate Final foi deflagrada pelo Ministério Público Estadual e Polícia Civil e prendeu o prefeito de Itabaiana Valmir de Francisquinho, o secretário de Agricultura Erotildes de Jesus e mais três pessoas. A acusação é de desvios de mais de R$6 milhões por crime de exação qualificada, ou seja, cobrança indevida de tributos. As investigações apontam que o prefeito se utiliza de ‘laranjas’ para esconder recursos do município.

Por Victor Siqueira

Comentários