Traficante do Pantanal é preso

0

Com o traficante a polícia apreendeu drogas e dinheiro Foto: SSP

O Departamento de Narcóticos (Denarc) e a Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol) com apoio do Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope) prendeu no final da tarde desta segunda-feira, 4, um dos maiores traficantes da Invasão do Pantanal, no bairro Inácio Barbosa.

De acordo com a polícia Ronaldo dos Santos, de 22 anos, conhecido como “Zé do Pantanal” ou “Zé Bimbal” era temido, pois aterrorizava as pessoas para que elas abandonassem suas casas e em seguida se apropriava dos imóveis.  O drama das família do Pantanal foi exibido em reportagem exclusiva do Portal Infonet.  

De acordo com a delegada Aliete Melo, Zé Bimbal era o maior o distribuidor de crack do Pantanal e das Vilas do Queijo e Malvinas, no bairro Atalaia. “Ele vendia crack para pequenos traficantes ou diretamente aos moradores da região do Pantanal”, disse Aliete. A delegada explicou também que o acusado era frequentemente visto vendendo drogas em um veículo Gol, cor verde, de placa KKG-7556, ou em várias de suas residências na localidade.

A partir dessas informações, os policiais dirigiram-se até a Invasão do Pantanal para prender Zé Bimbal, já que levantamentos demonstraram que ele estaria indo fazer uma entrega de drogas, utilizando-se de seu veículo Gol na região. “Ao tentar ser parado, o acusado furou o bloqueio, mas foi interceptado mais à frente”, informou.

Ao revistarem o veículo, os policiais encontraram escondido no porta-malas uma sacola contendo maconha. Sem saída, ele indicou que a droga de sua propriedade era dividida e guardada em vários terrenos localizados no bairro. Após várias buscas, o Denarc chegou até um terreno baldio onde Zé Pantanal teria enterrado parte da droga. No decorrer da escavação do terreno, o acusado tentou fugir duas vezes.

Segundo a delegada, através de buscas nos registros do Denarc foi encontrado depoimentos em outros procedimentos policiais que confirmam a intensa atuação de Ronaldo. “Além de traficar naquela área, os depoimentos mostram relatos das ameaças do acusado com o objetivo de impedir que os moradores o denunciasse, tendo, inclusive chegado a expulsar várias pessoas de suas casas”. O acusado responde a um processo anterior pelo crime de receptação na 3ª Vara Criminal de Aracaju.

Com informações da Ascom da SSP

Comentários