Triplo homicídio: SSP encaminha inquérito à justiça

0
André Bomba: prisão em coletivo (Foto: PM/Divulgação)

A polícia civil já encaminhou à justiça o inquérito policial que tem como indiciado Marcos André Andrade dos Santos, 32, conhecido como André Bomba, pelos assassinatos da companheira [Vanessa Almeida Sobral, 32], e dos enteados Thiago Sobral Valença, 15, e Osvaldo Pereira dos Santos Júnior, de apenas nove anos de idade.

Além de responder por triplo homicídio qualificado, André Bomba foi indiciado por estupro a vulnerável cometido contra uma sobrinha da companheira dele, que tem apenas 14 anos de idade, e também por oferecer cocaína àquela adolescente, que, sob ameaça e tortura psicológica, chegou a consumir a droga na mesma noite em que aconteceu o triplo homicídio, em 1º deste mês, no Conjunto Marcos Freire III, em Nossa Senhora do Socorro.

À equipe do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) da Secretaria de Estado da Segurança Pública, o acusado confessou o crime e apresenta o ciúmes como justificativa. De acordo com informações contidas no inquérito, André Bomba explicou que teria premeditado o crime, ao confessar que teria esperado a companheira dormir para atacá-la, motivado pelo fato da mulher ter se recusado a manter relações sexuais.

Após o crime, André Bomba fugiu, ficou escondido em um terreno baldio na Praia de Aruana e foi preso no dia 5 dentro de um ônibus do sistema de transporte coletivo de Aracaju por equipes do Grupamento Tático de Motos (Getam) da Polícia Militar.

Por Cássia Santana

Comentários