Triplo homicídio: SSP encaminha inquérito à justiça

0
André Bomba: prisão em coletivo (Foto: PM/Divulgação)

A polícia civil já encaminhou à justiça o inquérito policial que tem como indiciado Marcos André Andrade dos Santos, 32, conhecido como André Bomba, pelos assassinatos da companheira [Vanessa Almeida Sobral, 32], e dos enteados Thiago Sobral Valença, 15, e Osvaldo Pereira dos Santos Júnior, de apenas nove anos de idade.

Além de responder por triplo homicídio qualificado, André Bomba foi indiciado por estupro a vulnerável cometido contra uma sobrinha da companheira dele, que tem apenas 14 anos de idade, e também por oferecer cocaína àquela adolescente, que, sob ameaça e tortura psicológica, chegou a consumir a droga na mesma noite em que aconteceu o triplo homicídio, em 1º deste mês, no Conjunto Marcos Freire III, em Nossa Senhora do Socorro.

À equipe do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) da Secretaria de Estado da Segurança Pública, o acusado confessou o crime e apresenta o ciúmes como justificativa. De acordo com informações contidas no inquérito, André Bomba explicou que teria premeditado o crime, ao confessar que teria esperado a companheira dormir para atacá-la, motivado pelo fato da mulher ter se recusado a manter relações sexuais.

Após o crime, André Bomba fugiu, ficou escondido em um terreno baldio na Praia de Aruana e foi preso no dia 5 dentro de um ônibus do sistema de transporte coletivo de Aracaju por equipes do Grupamento Tático de Motos (Getam) da Polícia Militar.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais