“Um dia é da caça…”, por Wenderson Wenzeller

0

 

Neste mês de fevereiro milhares de alunos em todo o Brasil estarão portando, pela primeira vez, o honroso título de estudante universitário em suas carteirinhas escolares. Eu acredito que este deverá ser, muito provavelmente, um momento marcante na vida de cada um.

A ansiedade, os trotes recebidos, as novas amizades, os professores, os caçadores de contas. “Caçadores de contas?”. Sim. É exatamente isso que você acabou de ler. Pois, desde a criação das chamadas “contas universitárias” este novo personagem, o caçador, passou a fazer parte integrante da vida e da lembrança dos nossos novos universitários.

 

Isso vem acontecendo devido a grande facilidade oferecida pelos bancos no ato da a abertura deste tipo de conta. Pois além da não necessidade da comprovação de uma renda, o estudante ainda tem direito a receber inúmeros benefícios, como por exemplo: talões de cheques com limite de crédito especial, cartões de crédito e débito, empréstimos pré-aprovados e, em alguns casos, a isenção total de suas tarifas bancárias.

 

Mas, como nem tudo são flores, é preciso que os nossos novos universitários tenham muito cuidado com todo esse crédito oferecido. Que por mais inofensivo e empolgante que tudo isso possa parecer, é imprescindível que eles nunca se esqueçam: um dia é da caça, mas o outro pode acabar sendo, do caçador.

 

Wenderson Wanzeller, é atuário, colunista e comentarista econômico

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais