Vereador baleado em São Cristovão passa bem e não presta queixa à SSP

0
Vereador de São Cristovão foi atendido no Huse (Foto: arquivo/SES)

O vereador Vanderlan Novais, o Vanderlan Nego, do município de São Cristovão, baleado na noite da sexta-feira, 10, durante assalto, passa bem. Ele está com um projétil alojado na perna, aguardando apenas a reação do organismo para retirá-lo, segundo informou o próprio parlamentar em áudio divulgado em redes sociais.

No áudio, o vereador informou que foi surpreendido por assaltantes quando saía da casa da mãe no conjunto Rosa Maria, no município de São Cristovão. Percebendo que havia postes com luzes apagadas, o vereador tentou pegar o número de identificação dos postes e acabou surpreendido por dois homens armados, ocupando uma motocicleta. Apesar do vereador ter jogado o aparelho de telefone celular para que os assaltantes pudessem pegá-lo, os criminosos não o pouparam.

Um deles disparou alguns tiros, o vereador conseguiu deitar e rolar no chão e, mesmo assim, um dos projéteis ainda o atingiu. “Graças a Deus fui muito rápido, foi Deus quem me livrou. Caí no chão, saí rolando e os tiros não pegou (sic) mais em mim”, revelou no áudio que postou direcionado aos amigos virtuais. “Só pegou um tiro e a bala tá (sic) aqui alojada na minha perna, mas o médico falou que não afeta nenhuma região minha”, complementou.

O vereador demonstrou tranquilidade e informou que vai procurar um ortopedista, posteriormente, quando o projétil despontar, para removê-lo. “Logo após, ela [a bala, como o parlamentar se refere ao projétil] vai aparecer na carne, vou procurar um ortopedista e ver a possibilidade de tirar”, informou o vereador.

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) não tomou conhecimento oficial dessa ocorrência. Segundo a assessoria de imprensa, não há registro de boletim de ocorrência que é regularmente prestado por vítimas em Delegacia de Polícia Civil em casos dessa natureza. Mas a SSP procurará o vereador para dar início a investigação, segundo a assessoria de imprensa.

 

por Cassia Santana

 

 

Comentários