Vereador passeia com carro roubado e diz que foi presente de deputado

0
Carro apreendido tem adulterações e placa é originada de veículo roubado em Salvador (Foto: PM)

O vereador Josivan Rodrigues Santos, do município de Lagarto, foi flagrado conduzindo um veículo roubado, ocorrência registrada pela equipe do 7º Batalhão da Polícia Militar de Sergipe na tarde da quinta-feira, 30, na rodovia Lourival Batista, no município de Lagarto. O carro foi apreendido e o parlamentar conduzido para a Delegacia de Polícia Civil, onde assinou Termo de Ocorrência Circunstanciado (TOC) por crime de receptação previsto no artigo 180 do Código Penal Brasileiro, conforme esclarecimentos da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP).

O carro que o vereador conduzia, um Toyota Etios, possuía sinais de adulteração no chassi e a placa correspondia a um outro veículo, que foi roubado na cidade de Salvador no dia 28 de abril de 2016. O veículo continua apreendido na Delegacia de Lagarto, onde o delgado Edson Nixon lavrou também um auto de apreensão.

Denúncia

Conforme informações do subtenente Heliomarto Resende, responsável pela comunicação social do 7o Batalhão da Polícia Militar de Sergipe, os policiais receberam informações anônimas, informando que o Etios possuía restrição por roubo e estaria circulando regularmente no município de Lagarto. Os policiais militares realizaram diligências e localizaram o carro em um trecho da rodovia Lourival Batista.

Na abordagem, o condutor se identificou como vereador e não fez resistência à revista. Os policiais constataram as adulterações e adotaram as medidas, encaminhando o carro e o condutor para a Delegacia da Polícia Civil do município.

O Portal Infonet conversou com a defesa do vereador. O advogado Alisson Nascimento informou que o parlamentar desconhecia a origem ilícita do carro que conduzia e assegurou que o veículo teria sido emprestado ao vereador por um deputado estadual, eleito no ano de 2018.

O carro foi emprestado, conforme o advogado, para que o vereador pudesse usá-lo na campanha do então candidato a deputado naquelas eleições. As eleições passaram, o então candidato foi eleito deputado estadual e o vereador permaneceu usando o carro, conforme esclarecimentos de Alisson Nascimento.

O advogado não divulgou o nome do deputado estadual que teria emprestado o carro para o vereador participar da campanha eleitoral, mas assegurou que o vereador e o deputado estadual eleito, que eram aliados, teriam rompido a aliança recentemente. Esses fatos foram revelados, segundo o advogado, no Termo de Ocorrência Circunstanciado que será encaminhado à justiça e o vereador tem compromisso de comparecer em juízo para prestar os esclarecimentos necessários.

O advogado afasta qualquer possibilidade de ser falso o documento emitido pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran) apresentado pelo vereador no momento da abordagem policial. A Câmara de Vereadores de Lagarto está em recesso e não se manifestou a respeito dessa ocorrência.

por Cassia Santana

Comentários