Vereador repudia reajuste dado aos servidores federais

0

A Tribuna da Câmara de Vereadores foi utilizada ontem, dia 9, pelo vereador Antônio Samarone para repudiar o reajuste dado aos servidores públicos federais de 1%. “Eu venho de público dizer da minha indignação com a humilhação que representa esse reajuste”, disse. Justificando sua posição contrária ao Governo Petista que concedeu o reajuste, o vereador citou ainda o estatuto antigo do Partido dos Trabalhadores, que orienta em caso de questão de choque de interesse entre o sindicato e o partido, que o militante é livre para defender o interesse dos trabalhadores. O vereador também criticou o abono concedido pelo governo de R$ 59,27. “Nós sempre rejeitamos o abono que é uma forma de ludibriar o trabalhador. Estão falando que o aumento chegou a 13%, o que não é verdade. Na realidade o abono teve que ser dado porque 70% da categoria ficaria com o salário abaixo do novo mínimo”, explicou. Para ele, esse reajuste representa, além de um desrespeito, uma contradição. “Eu sempre ouvi esse discurso de que é preciso ter calma da direita, ficando o ‘remédio amargo’ só para os trabalhadores. Já o dinheiro que sobra é para pagar a agiotagem internacional, atender ao Fundo Monetário Nacional que até era condenado e hoje é tido como um parceiro”, concluiu.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais