Viaduto do Detran será concluído em 90 dias

0
Déda visita viaduto e demonstra satisfação com andamento das obras (Fotos: Cássia Santana/Portal Infonet)

O governador Marcelo Déda pretende inaugurar o viaduto Manoel Celestino Chagas [popularmente conhecido como viaduto do Detran] no início do segundo semestre deste ano. Ao batizar o novo empreendimento, Déda faz homenagem ao próprio pai, falecido no ano de 2011. Nesta quarta-feira, 10, o governador fez uma visita ao canteiro e ficou satisfeito com o andamento das obras, avaliadas em R$ 21 milhões. O diretor geral do Departamento de Estrada de Rodagem (DER), Antonio Vasconcelos, deu explicações técnicas e garantiu ao governador que as obras estarão prontas em um prazo de 90 dias.

Durante a visita, o governador informou que manteve entendimentos com o prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM), para debater detalhes técnicos de engenharia para a realização de outras obras de mobilidade urbana, que inclui a linha vermelha para interligar a Zona de Expansão ao Conjunto Santa Lúcia e toda a Zona de Expansão, sem passar pela avenida Tancredo Neves. “A linha vermelha vai se encontrar com uma avenida que o prefeito pretende criar e discutimos detalhes de engenharia para que as obras pudessem se encontrar de maneira que o traçado da obra da prefeitura não se chocasse com o traçado da obra do governo do Estado e evitar gastos inúteis da prefeitura ou do Estado”, considerou Déda.

Vasconcelos, Déda e Jackson: detalhes da obra

O governador fez questão de explicar que o encontro com o prefeito se traduz em entendimentos administrativos, descartando a possibilidade de conchavos políticos com o demista.  “A aproximação do governador Marcelo Déda com o prefeito João Alves Filho é a aproximação do Estado de Sergipe com a cidade de Aracaju. Não é uma aproximação política, não é uma aproximação partidária. É uma aproximação administrativa”, garantiu. “É dever e obrigação do prefeito e do governador sentarem à mesa para discutir assuntos que interessam ao povo de Aracaju e ao povo de Sergipe”, ressaltou.

Para Déda, a tarefa de fazer críticas e oposição à administração é de competência dos membros do Poder Legislativo. “Com relação à política, doutor João continua no DEM e eu continuo no PT. Naturalmente que a tarefa de fazer oposição, a tarefa de fazer debate não é do governador nem do prefeito, é dos partidos e dos políticos: dos deputados e vereadores”, disse. “A eles, compete fazer a oposição, a eles compete fazer as críticas e fazer cobrança. Ao Executivo, compete cumprir o seu programa, realizar os seus objetivos e, naturalmente, ter um diálogo cidadão republicano”, completou.

Viaduto

Governador e vice encontram com empresário Luciano Barreto

O governador falou sobre a polêmica em torno da obra do viaduto do Detran ocorrida no início da obra e enalteceu a importância do empreendimento para o trânsito da capital. “No início, tivemos polêmicas com uma séria de demolições que precisavam ser feitas em uma área pública e hoje as pessoas já conseguem compreender a importância da obra e percebem os benefícios que ele trará para a população de Aracaju. As pessoas verificam que foi um excelente investimento e que o Governo do Estado agiu com critério, com correção e responsabilidade quando deliberou dar prioridade a esta obra”, ressaltou Déda.

Também participaram da comitiva, o vice-governador, Jackson Barreto, o empresário Luciano Barreto, responsável pela obra, secretários de Estado e assessores do governo.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais