Vigilante da UFS é preso com cocaína

0

Emerson Santos confessou que vendia cocaína na Av. Maranhão
Num trabalho investigativo, após o recebimento de denúncias anônimas, policiais do Departamento Estadual de Narcóticos (Denarc) prenderam em flagrante no início da tarde desta quarta-feira, 31, Emerson Santos de Azevedo. Ele trabalhava como vigilante da Universidade Federal de Sergipe.

“Encontramos cerca de 100 gramas de cocaína, sendo parte escondida em caixas de medicamentos na cozinha da própria residência no bairro Santo Antônio e com ele, mais de duas petecas da droga”, contou Aliete Melo, coordenadora do Denarc.

Indagada se o vigilante Emerson Santos de Azevedo estava comercializando a droga dentro ou na porta da Universidade Federal de Sergipe, Drª Aliete Melo disse que o fato será investigado, até
Parte da droga estava escondida em caixas de remédios
porque quando foi preso no local de trabalho, estava com parte da cocaína apreendida.

“Ele confessou que traficava a droga, mas garantiu que vendia a cocaína na Av. Maranhão, negando que vendia na universidade. Vamos investigar”, destaca acrescentando que se for comprovado o tráfico na instituição de ensino superior, a Polícia Federal será acionada.

Estelionatário

Outra prisão efetuada pelo Denarc nesta quarta, 31, foi de Edvanio Fernandes dos Santos, acusado de cometer falsidade ideológica utilizando vários cartões de créditos e CPFs. Segundo a  delegada, ele também foi denunciado por 

Edvanio era foragido da Justiça
envolvimento com drogas, mas no momento da prisão, na porta do apartamento em que reside no conjunto Inácio Barbosa, a polícia não encontrou drogas. Mas para a surpresa, ele estava com vários cartões de bancos, cheques, quatro CPFs falsos e três cartões em branco, que garante ter encontrado na rua e levou para os filhos brincarem.

“Ele não possuía nenhum entorpecente, mas foram encontrados vários documentos e cheques em nomes de outras pessoas, o que caracteriza falsidade ideológica. Descobrimos também ao puxar a ficha de Edvânio, que ele já era foragido da Justiça, tendo dois mandados de prisão, dois em São Paulo e um na Bahia.

Documentos falsos em poder de Edvanio

 

 

Os dois estão presos no Denarc e não foram apresentados à imprensa por estarem acompanhados pelos advogados.

Por Aldaci de Souza












Comentários