Vigilantes do Cenam paralisam por falta de pagamento

0
Vigilantes permanecerão em greve até os salários serem regularizados (Fotos: Arquivo Portal Infonet)

Os vigilantes que exercem atividades no Centro de Atendimento ao Menor (Cenam) e na Unidade Socioeducativa de Internação Provisória (Usip) paralisaram as atividades por tempo indeterminado. O motivo é a falta de pagamento do salário, da primeira parcela do 13º, vale transporte e ticket alimentação. As informações são do próprio presidente do Sindicato dos Vigilantes de Sergipe (Sindivigilante), Reginaldo Gonçalves.

São cerca de 80 trabalhadores que atuam nas unidades da Fundação. Segundo Reginaldo Gonçalves, os trabalhadores só retornarão às atividades quando os salários forem devidamente pagos. “Estamos parados. Quando recebermos o salário, os tickets e os demais benefícios, os funcionários voltam a trabalhar. Hoje a visita está acontecendo normalmente porque tem agentes e foi contratado funcionários "clandestinos" para ficar no lugar dos vigilantes”, denuncia o presidente do sindicato.

Outras greves

Em setembro deste ano, os vigilantes pararam de trabalhar pelos mesmos motivos. Na ocasião, os atrasos de salários chegaram a vários meses e os trabalhadores protestaram no sentido de chamar a atenção para as dificuldades vividas pelos vigilantes quando os salários não são pagos em dia.

A equipe do Portal Infonet entrou em contato com a assessoria de comunicação da Fundação Renascer, mas não obtivemos êxito. Continuamos à disposição pelo 2106-8000 ou jornalismo@infonet.com.br

Por Helena Sader e Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais