Vigilantes do Estado criam um novo sindicato

0
Vigilante José Ferreira (Foto: Portal Infonet)

Nesta sexta-feira, 24, vigilantes estaduais se reuniram em assembleia para consolidar a institucionalização de uma nova entidade representativa. A categoria também discutiu o direito à periculosidade, garantido a esses profissionais por lei.

O vigilante José Ferreira explica que finalidade principal da assembleia foi discutir a criação de um novo sindicato para os vigilantes. “Discutimos um sindicato exclusivo para os vigilantes públicos do Estado, pois, o sindicato que nos representa, o Sindicato dos Trabalhadores nos Serviços Públicos do Estado de Sergipe (Sintrase), não corresponde as demandas da categoria dos vigilantes”, afirma.

Segundo ele, há um descontentamento da categoria com a relação a gestão do Sintrase. “O Sintrase é inoperante para a nossa categoria. Ele quase nunca se posiciona em favor dos vigilantes”, destaca.

Ainda de acordo com José Ferreira, a categoria irá realizar um ato quando o recesso da assembleia legislativa acabar, para apresentar aos deputados a necessidade de fazer valer os direitos dos vigilantes. Temos direito à periculosidade, por meio da Lei 12.740/13. O governo estadual precisa reconhecer que o nosso trabalho é perigoso sim. Todos os dias estamos expostos a assaltos e arrombamentos de prédios públicos, como as escolas. Por isso, vamos ir atrás do que é garantido por lei”, aborda.

Sintrase

O presidente do Sintrase, Waldir Rodrigues, acredita que a criação de um novo sindicato para os vigilantes pode atrapalhar ainda mais a luta da categoria. "A criação desse novo sindicato é voltada por interesses políticos. É um oportunismo à serviço de mandatos deputados", revela.

Ele ainda acrescenta que toda as conquistas que os vigilantes conquistaram foram através da atuação do Sintrase. "Não vai adiantar em nada a invenção desse novo sindicato. É coisa de desocupado, pois já existe um sindicato que representa os vigilantes", conclui.

Por Geilson Gomes e Verlane Estácio

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais