Voluntários se unem para amenizar efeitos do coronavírus em Sergipe

0
O Huse recebeu doações de óculos de proteção individual para profissionais da UTI Cirúrgica (Foto: Governo de Sergipe)

Da doação de máscaras feitas artesanalmente a álcool em gel para os profissionais da saúde, o enfrentamento ao coronavírus tem mobilizado uma rede de solidariedade em todo estado de Sergipe. As ações não partem apenas do poder público. Surgem manifestações de solidariedade de empresários e da população para combater a disseminação doença.

“Este momento exige união. Conter essa pandemia depende muito das nossas atitudes individuais em prol da coletividade. O Estado é muito grato a todos aqueles que disponibilizam seus serviços ou doam os produtos e insumos para o enfrentamento à Covid-19”, afirma Belivaldo Chagas.

A crise do coronavírus mudou a rotina de sergipanos como a empresária Lulu Souto, Léa Paim, e outros empresários que doam material, esforços, tempo e até a criatividade na produção de máscaras de segurança em 3D. O equipamento protege olhos, nariz e a boca dos profissionais de saúde evitando contato com gotícula. Em sua rede social, Lulu contou que a produção é artesanal, seguindo padrões e técnica, mas que submeteu a prova para validação. “Nossos médicos estão precisando de nós para salvar vidas. É muito importante que nossos médicos estejam saldáveis. Eu abracei essa campanha e tenho certeza que cada um fazendo sua parte, vai dar certo!”, declarou entusiasmada.

Produção de máscaras de proteção facial em 3D (Foto: Governo de Sergipe)

As máscaras de segurança em 3D também estão sendo confeccionadas a partir de esforços de voluntários, instituições e servidores do Sergipe Parque Tecnológico (SergipeTec). “Iniciamos a produção na última segunda (23), e a confecção será doada para a Secretaria de Estado da Saúde, onde será realizada toda a parte de desinfecção desse material para, posteriormente, ser entregue aos hospitais públicos”, explicou o gestor de estudos e projetos de inovação do SergipeTec, Marcelo Dósea.

À medida que novos casos de infectados pelo novo coronavirus são reconhecidos pelas autoridades de saúde, surgem iniciativas tentando minimizar os efeitos da covid-19. A indústria Radiante, a Usina Pinheiro e o Grupo Petrox, uniram forças e anunciaram a produção, nos próximos dias, de 60 mil unidades de álcool para uso nos hospitais públicos do interior do estado A doação pretende suprir as necessidades de algumas unidades de saúde que podem enfrentar problemas de abastecimento relacionados à alta demanda do produto.

“Um desabastecimento traria maiores agravantes ao cenário atual. Esta foi uma das formas que encontramos de ajudar neste momento onde toda solidariedade faz diferença. Sabemos da responsabilidade que temos neste momento, onde esse produto é um item de primeira necessidade para sociedade no combate ao COVID-19”, pontuou a nota encaminhada pelos empresários.

A escassez do álcool no comércio sergipano exigiu ação rápida também no Instituto Tecnológico e de Pesquisas do Estado de Sergipe (ITPS). Desde a semana passa, o Instituto disponibiliza, gratuitamente, água ultrapura para as instituições e farmácias que estão produzindo álcool em gel 70% destinado à doação em hospitais, unidades básicas de saúde, asilos e instituições carentes. A água ultrapura é um item essencial na fabricação de álcool em gel.

Na última sexta-feira, 27, o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), recebeu a doação de 20 equipamentos de proteção individual (EPI), para os profissionais que atuam na UTI Cirúrgica do hospital. O engenheiro responsável pelo setor técnico de obras da Construtora Casa Nobre, Brício Matos, foi o responsável pela doação. “Sentimos a necessidade de ajudar ao próximo. A gente está fornecendo óculos de proteção individual para que ajude a alavancar a força de vontade deles para combater o coronavírus. Pretendemos continuar com outras doações no decorrer dessa semana”, ressaltou o engenheiro.

Reservar parte do dia para ajudar ao próximo com a doação de sangue. Esse sentimento mobilizou servidores do Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose), que colaboraram com os estoques de sangue da unidade para atendimento da demanda transfusional da rede hospitalar. A iniciativa partiu dos funcionários doadores, Jeniffer Vasconcelos, Débora Alves, Jandson Marques e Josué Lima. “Decidi doar sangue para incentivar outras pessoas que por causa da pandemia do coronavírus estão com receio da doação”, disse Jeniffer

A solidariedade dos sergipanos se soma as diversas ações do Governo do Estado. Após o primeiro caso confirmado em Sergipe de infecção pelo coronavírus, o govenador Belivaldo Chagas adotou medidas técnicas, restritivas e educativas, além de recurso financeiro para a contenção do vírus no estado.

“Nosso intuito é proteger as pessoas. Determinamos a implantação de leitos extras para atender infectados, a criação de programa social para ajudar 36 mil famílias de baixa renda afetadas pela crise do coronavírus, além da suspenção cobrança de tarifa social da Deso beneficiando 40 mil sergipanos, entre outras medidas. Nós estamos fazendo tudo que entendemos necessário para conter o avanço do vírus e minimizar os efeitos da crise provocada pela pandemia”, disse o governador Belivaldo Chagas.

Fonte: Governo de Sergipe

Comentários