AL abre exposição artística sobre Sentimento do Tempo

0

A nova etapa do projeto cultural da Assembléia Legislativa de Sergipe, que reúne trabalhos artísticos de nomes importantes no cenário local, será aberta nesta quinta-feira, 8, às 18h30, com a exposição multicultural Sentimento do Tempo. Trata-se de um encontro com a pintura, escultura, fotografia, música e história contemporânea do Estado. Sob a coordenação de Ilma Fontes, a exposição acontece no Espaço Cultural Deputado Djenal Queiroz, com acesso livre ao público.

 

As pinturas em exposição são de autoria de Adriana Hagenbeck, artista aracajuana que em seus quadros retrata histórias de amor e arte “para quem sabe ouvir a voz das cores”, segundo ela. A música fica por conta da dupla Lina e Tainá Sousa, mãe e filha. Lina é aracajuana e integrou o grupo vocal As Moendas, que participou de shows históricos com Vinícius de Morais e Toquinho. Ela também gravou com Milton Nascimento, Tom Jobim e Chico Buarque. Sua filha Tainá, fez estréia solo este ano.

 

A artista plástica Ana Carolina, sobrinha do poeta Mário Jorge, apresentará ao público suas esculturas que têm como temática recorrente à cabeça, face e expressões que possam revelar sentimentos, pensamentos, reflexões. O multi-artista Sílvio Rocha, repórter-fotográfico e músico, vai expor uma série de imagens captadas no cotidiano da cidade.

 

A literatura será representada no evento pelo lançamento do catálogo ‘Petrobras – Fertilizando o Brasil’. O livro, com textos da historiadora Terezinha Oliva, é comemorativo aos 25 anos de atividades da Fafen/SE e conta em detalhes a história da fábrica. Todos os trabalhos da exposição Sentimento do Tempo ficarão à disposição do público no hall da Assembléia até o dia 12 de dezembro.

Comentários