Aracaju é termômetro das festas juninas no Nordeste

0

Para Oswaldinho Aracaju faz o melhor São João do Nordeste
“Sou carioca, mas filho de baiano com alagoana. Todo meu sangue é nordestino e a injeção de forró veio dos meus avós”, disse Oswaldinho, que apesar de afirmar que gosta do Rio de Janeiro, não esconde a decepção de não ter nascido no Nordeste. “Aracaju é o termômetro do São João e dá um exemplo para outros Estados, em termos de estrutura e alegria. É uma festa voltada para as raízes e para o folclore. Um exemplo a ser seguido. Quando se fala em São João no Nordeste, Aracaju está em primeiro lugar”.

Com um show que durante o ano percorre o país, principalmente no eixo Rio/São Paulo, Oswaldinho trouxe para o Forró Caju o autêntico forró. “Nosso show é tipicamente de época, no qual lembramos o mestre Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro, Marinês e tantos outros artistas que fazem e fizeram o forró da raiz”. 

Recentemente, ao lado de Sivuca e Dominguinhos, Oswaldinho ganhou o prêmio Tim de Música com o já sucesso “Cada um belisca um pouco”. Com 22 CDs gravados, o artista revela que a música de raiz é cultura do povo. “O forró continua sendo a semente porque faz parte da cultura e filosofia nordestina. Essa é que a nossa música que é exportada para o exterior”. 

Ao se referir aos novos cantores que trilham pela linha do pé-de-serra, Oswaldinho disse que eles são bem vindos porque é a continuação da obra de Luiz Gonzaga, Gerson Filho e Clemilda. “Gostaria de parabenizar o povo aracajuano pela educação e pela forma como acolhe os visitantes”.

Por Ailton Sousa

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais