Arquidiocese celebra sacerdócio de Dom José Lessa dia 3

0
A solenidade acontece dia 3 de julho às 19h (Foto: Arquidiocese de Aracaju)

Na próxima terça-feira, 3 de julho, o Arcebispo Emérito de Aracaju, Dom José Palmeira Lessa, estará completando 50 anos de Ordenação Sacerdotal. Para comemorar esta data importante, a Arquidiocese de Aracaju está preparando uma missa festiva para esta mesma data, às 19 horas, na Igreja Nossa Senhora de Lourdes, Bairro Siqueira Campos, na Capital Sergipana.

O Arcebispo de Aracaju, Dom João José Costa, está convidando os amigos de Dom Lessa, todo o clero e toda sociedade sergipana para este momento de celebração e júbilo por tão importante marca na vida de Dom Lessa.

Histórico de Dom Lessa:

A Infância e Sacerdócio
Nasceu no dia 18 de janeiro de 1942, na cidade de Coruripe, em Alagoas. Filho de Antônio de Araújo Lessa e Maria Tereza da Silva Lessa (ambos in memoriam).

Foi batizado aos 29 de março do mesmo ano do nascimento, na Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Coruripe.

Com sete anos, em 1947, ao lado de sua família, foi morar no Rio de Janeiro. Ainda menino, entra no seminário e, anos mais tarde, é ordenado Sacerdote, em 3 de julho de 1968. Destaca-se por seus trabalhos pastorais em defesa dos mais pobres e favelados do Rio de Janeiro.

A chegada ao Episcopado
Foi eleito Bispo Titular de Sita e Auxiliar de São Sebastião do Rio de Janeiro em 21 de junho de 1982, sendo sagrado em 24 de agosto de 1982 pelo Cardeal Dom Eugênio Sales. Como Bispo Auxiliar, manteve seu trabalho nas favelas do Rio, sendo referência para seu povo. Assumiu a Diocese de Propriá, em Sergipe, em 30 de outubro de 1987.

Em Propriá, Dom Lessa travou luta em defesa dos posseiros que estavam sendo expulsos de suas terras por poderosos da região.

Coadjutor e Arcebispo
Foi eleito Arcebispo Coadjutor de Aracaju em 6 de dezembro de 1995, tomando posse em 25 de março de 1996. Foi elevado a Arcebispo Metropolitano de Aracaju em 26 de agosto de 1998, com a renúncia de Dom Luciano ao chegar à idade limite da titularidade de Arcebispo de Aracaju, setenta e cinco anos.

De crianças a idosos, todos receberam atenção especial. Entretanto, não descuidou da estrutura da Igreja, como entidade.

Fonte: Arquidiocese de Aracaju 

Comentários