Biblioteca Clodomir Silva homenageia o escritor Aníbal Freire

0
A exposição é aberta ao público de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h (Foto: PMA)

Com a proposta de reconhecer a vida e a obra de escritores sergipanos, a Biblioteca Municipal Clodomir Silva, unidade da Prefeitura de Aracaju vinculada à Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), desenvolve o projeto ‘Homenageado do Mês’. Assim, quem visita a Biblioteca, neste mês de julho, é convidado a embarcar numa verdadeira viagem na vida e obra do lagartense Aníbal Freire da Fonseca, o homenageado desta edição mensal do projeto.

Ocupante da terceira cadeira na Academia Brasileira de Letras, o  jornalista, magistrado e professor, que nasceu na mesma cidade de Sílvio Romero e Laudelino Freire, diplomou-se pela Faculdade de Direito de Recife, tendo exercido antes o cargo de promotor público de Aracaju. “Além de ser um escritor sergipano, Aníbal é referência no cenário da literatura brasileira, então é importantíssimo o expor aqui”, explicou a secretária administrativa da Biblioteca Clodomir Silva, Gleicy Hora.

Ao entrar na Clodomir Silva, o visitante tem acesso, por meio de uma galeria de imagens e painéis, a toda a biografia de Aníbal. As obras e as conquistas do escritor, tanto na vida pessoal, quanto na acadêmica, são bem detalhadas. A biblioteca também disponibiliza um espaço com boa luz e conforto para a leitura das principais obras do sergipano, como ‘Rosa e Silva – centenário de nascimento’ e ‘Pareceres e votos’.

Gleicy afirma que trazer aos visitantes da Clodomir Silva a vida e obra de escritores sergipanos é uma forma de contribuir, de manter vida toda a história de Sergipe. “Estamos exercendo o nosso papel, trazendo nossos autores conterrâneos para um ambiente de conhecimento, como a biblioteca Clodomir, contribuindo assim, com o fortalecimento da nossa história, por meio de grandes seres humanos que através das suas obras engrandeceram com intelectualidade o nosso Estado”, ressaltou.

A paraibana Deyse Maria Barbosa ficou surpresa ao saber da importância de Aníbal Freire para a literatura e valorizou o projeto da Prefeitura de Aracaju. “Esse tipo de iniciativa é essencial para a valorização da história do sergipano, para quem vem visitar o Estado, assim como eu. Não sabia da história desse escritor até vir aqui e ver a maneira como a biografia é traçada no mural, com divisórias entre a vida e obra, contendo coisas que instigam quem vem admirar a exposição”, comentou.

A exposição é aberta ao público de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na Biblioteca Clodomir Silva, localizada na rua Santa Catarina, 314, bairro Siqueira Campos.

Escritor

Aníbal Freire da Fonseca foi jornalista, magistrado e professor. Nasceu em 7 de julho de 1884, em Lagarto, na mesma cidade em que nasceram dois outros antigos acadêmicos, Sílvio Romero e Laudelino Freire, seu tio. Em 1903, diplomou-se pela Faculdade de Direito de Recife, tendo exercido antes o cargo de promotor público de Aracaju, Sergipe. Em 1904 foi nomeado subinspetor de Seguros em Pernambuco. Foi eleito deputado estadual em 1907.

Começou a militar no jornalismo em 1898, colaborando no Tempo e no Estado de Sergipe. Em 1901, foi redator da Gazeta da Tarde no Rio e de 1902 a 1909, redator principal do Diário de Pernambuco. Em setembro de 1955, foi nomeado presidente e membro da Comissão Permanente do Livro do Mérito e Chanceler da Ordem do Mérito. Recebeu o Acadêmico Assis Chateaubriand em 27 de agosto de 1955. Faleceu no Rio de Janeiro (RJ), em 22 de outubro de 1970.

Fonte: PMA

Comentários