Blocos de carnaval pedem apoio do Governo

0

Cortejo quer apoio do Governo
Foliões, marchinhas de carnaval e bonecos gigantes animaram a tarde das pessoas que passeavam pelo centro comercial nesta quinta-feira, 7. O cortejo, que saiu da Praça General Valadão em direção às ruas do Centro, foi promovido pela Liga de Blocos e Escolas de Samba de Sergipe.

O objetivo dos organizadores foi chamar a atenção da sociedade para os blocos e conseguir apoio do Governo e da Prefeitura para que essas manifestações ganhem força. “Nós viemos mostrar que o carnaval de rua existe e que ainda traz muita alegria para o povo”, diz o presidente da Liga, Pedro Raimundo.

Ivete dança ao som das marchinhas
Muitas pessoas que circulavam pelo local aderiram ao cortejo e dançaram ao som das marchinhas, como é o caso da costureira Josefa Gomes. “Eu não costumo participar do carnaval de rua, mas estou adorando a música e a alegria das pessoas”, confessa.

A aposentada Ivete Aragão, integrante da liga, também ressaltou o clima do cortejo. “A animação é contagiante. Os foliões dançam, cantam e saem puxando as pessoas para participar também”, afirma.

Na opinião da presidente do Bloco de Olho na Coroa, Elian Cruz,

Elian Cruz destaca a força popular do carnaval de rua
a manifestação é fundamental para resgatar as tradições culturais do nosso Estado. “O carnaval de rua tem uma força cultural muito grande. Espero que depois desse cortejo, o Governo nos dê apoio para que o movimento cresça cada vez mais”, destaca.

Na opinião do presidente do Bloco Saque, Derninho Horta, os brasileiros não resistem ao som contagiante dos batuques. “O carnaval de rua é o maior movimento popular do Brasil. Se você colocar um grupo batendo latinha, as pessoas saem acompanhando, é incrível”, afirma.

Por Carla Santana

Comentários