Casa Mostra Aracaju 2010 será aberta ao público na sexta

0

 

Casa Mostra Aracaju 2010 possui 29 ambientes decorados por diferentes profissionais (Fotos; Portal Infonet)
Sofisticação mesclada com o estilo clássico, mas sem esquecer as tendências. Com esses adjetivos podemos definir a Casa Mostra Aracaju 2010, que abriu as portas para a imprensa com seus 29 ambientes em um café da manhã realizado nesta quarta-feira, 29. Os trabalhos de 37 profissionais da arquitetura, design e paisagismo ficam evidentes nos diversos ambientes que, mesmo decorados de formas diferentes, interagem com a idéia de apresentar ao público tudo que há de novo no setor.

O nome da rua onde a casa deste ano está localizada é sugestivo: Poeta Mário Jorge Menezes Vieira, no bairro Atalaia, pois nos remete ao que há de mais poético e belo na arquitetura de interiores. A casa construída na década de 80 tem o projeto assinado pelo arquiteto

Décio Aragão, possui 1,2 mil metros quadrados de área total, sendo 900 metros quadrados de área construída.

O tema deste ano é ‘Mostra Aracaju – Mostra Tudo em 2010’ e propõe apresentar o que mudou no mundo da arquitetura, Design de Interiores e Paisagismo de Sergipe ao longo de uma década de atuação no mercado sergipano. Da primeira à sétima edição da Mostra Aracaju foram 10 anos e este é um motivo especial de comemoração.

De acordo com a organizadora Mercês de Souza, a Mostra Aracaju amadureceu com o passar dos anos e contribuiu para que o mercado sergipano se tornasse mais sofisticado e moderno. “Nós estamos muito felizes e contentes porque é a realização de um sonho que há dez

Mercês de Souza comemora o sucesso
anos introduzimos no Estado de Sergipe. O evento tem crescido em credibilidade e amadurecimento junto aos profissionais, fornecedores, patrocinadores e junto à própria população, que nos visita. A expectativa está muito grande. Nos empenhamos bastante e todos os profissionais deram o que tinham de melhor, a mostra está belíssima”, comenta.

Os profissionais Catarina Andrade e Ítalo Leal fizeram o ambiente da cozinha Lounge, que mistura a culinária em um ambiente descontraído e irreverente. “A gente fez uma homenagem ao Relações Públicas Hudsson Mauad, então a idéia não era uma cozinha tradicional, mas mostrar para o público que é uma cozinha que se pode ser usada respeitando o estilo próprio de cada um. Misturamos

As jornalistas Laudicéia Fernandes (Cinform), Nayana Araújo (Jornal da Cidade) e Fabiana Costa (Revista Mercado Imobiliário)
diversos materiais, como o piso de demolição, que é bacana, e espelho acrílico amarelo, então é um ambiente bem aconchegante e gostoso para receber os amigos”, explica Catarina.

No Lounge da estilista o arquiteto Alan Gustavo trabalhou temas ligados à moda. “Desde o início o projeto foi pensado em trazer algo ligado à moda, em homenagem a hoje renomada estilista Luciana Galeão. Então sentei com ela e chegamos à conclusão de uma proposta de trazer o nome dela para o ambiente. É um local de inspiração da arte dela. Os móveis são de inspiração da Home Designer”, diz.

Num dos espaços mais divertidos da casa, onde anteriormente era o quintal da residência, o criativo arquiteto Wesley Lemos construiu o ‘Banagalô’ que mistura um jardim dentro da sala com direito a

Catarina Andrade e Ítalo Leal
dois coqueiros que vazam o teto, iluminação high tech a elementos culturais como a arte africana de Guga Viana.

“Na verdade eu estava viajando e quando eu voltei a planta da casa já havia sido distribuída. Me restou o quintal da casa, que estava todo cheio de mato. Então a minha idéia foi fazer uma casa de praia misturando o erudito com o global, regional, nacional; as artes mais sofisticadas com o artesanato. Reuni alguns amigos que estão comigo no dia-a-dia, como o Guga Viana, que faz a parte de máscaras e África, Leila Andrade, que pintou os azulejos, o pessoal de mármore, de gesso. Nós trouxemos a casa para a natureza, pois aproveitamos os coqueiros e fizemos um jardim aqui”, cita Wesley.

Renata Rolemberg decorou a varanda
Em um dos ambientes mais difíceis de decorar a arquiteta Renata Rolemberg, conseguiu dar à varanda um toque simples e ao mesmo tempo moderno. “Na varanda eu quis trabalhar uma idéia de um espaço de lazer para um casal, então mesclei diferentes ambientes nesse espaço como um espaço para um café da manhã, refeições ao ar livre e também um espaço para leitura onde as pessoas pudessem bater um papo. Também tem um espaço que é um orquidário para cultivo de plantas. A idéia foi de mesclar móveis modulados com alguns trabalhos artesanais”, ressalta.

Um dos homenageados na casa pelas profissionais Ana de Cássia e Mariana Martins com o ‘Espaço do Poeta’, o jornalista e poeta Araripe Coutinho falou sobre o ambiente. “Eu acredito muito na decoração como identidade de alma, se não existir o outro não existe absolutamente nada. Quando o arquiteto consegue captar a alma do jornalista, do médico, do poeta que é meu caso, ele consegue transmutar aquilo

Araripe Coutinho teve um dos ambientes decorados em sua homenagem
que é aparentemente descartável porque deixa de ser a economia, o mercado para ser a alma o que é o grande lance. Eu fico muito feliz com essa homenagem porque são 12 livros e 25 anos escrevendo”, comemora.

A programação da Casa Mostra Aracaju 2010 será aberta para o público nesta sexta-feira, 1º, às 16h e segue até o dia 7 de novembro. Nesta quinta-feira, 30, haverá um coquetel de inauguração para os patrocinadores locais e os participantes. A casa estará aberta para o público de terça-feira a domingo das 16h às 22h. A entrada custa R$ 15 inteira e a meia para estudante é R$ 8.

Por Bruno Antunes

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais