Conheça alguns museus e memoriais de Aracaju

0

Os museus e memoriais de Aracaju são opções culturais para quem valoriza vivências que variam entre tempo, conhecimento e, principalmente, a cultura do local em que vivemos. Além de contar histórias, a representação desses lugares também é capaz de promover sensações por meio de interações didáticas.

Para facilitar o acesso a esse locais, listamos algumas opções valiosas para quem deseja conhecer Aracaju às vésperas do aniversário ou até mesmo para quem está aqui de passagem:

Museu da Gente Sergipana

O prédio que abriga o museu já é uma atração por si só. Construído em 1926 para abrigar o Colégio Atheneu Dom Pedro II, funcionou como escola até 1969. Inaugurado em 26 de novembro de 2011, o Museu da Gente Sergipana Gov. Marcelo Déda é o primeiro museu de multimídia interativo do norte e nordeste, sendo comparável ao Museu da Língua Portuguesa e ao Museu do Futebol, em São Paulo. É um museu totalmente tecnológico voltado para expor o acervo do patrimônio cultural material e imaterial do estado de Sergipe, através de instalações interativas e exposições itinerantes.

Toda a história do prédio pode ser conhecida em painéis logo na entrada, agregando ainda mais valor ao museu. Localizado na av. Ivo do Prado, 398, no centro de Aracaju, ele funciona de terça a sexta das 10h às 16h e nos sábados, domingos e feriados das 10h às 15h.

Centro Cultural de Aracaju

Foto: Edinah Mary

No Centro Cultural de Aracaju se encontra a Biblioteca Mário Cabral, que é voltada para a cultura sergipana e conta com a Sala de Cultura Popular Mestre Euclides, o Museu Cidade de Aracaju Prefeito Viana de Assis, o Teatro João Costa, a Sala de Projeção Walmir Almeida e o Núcleo de Produção Digital Orlando Vieira (NPDOV).

O visitante pode participar de atividades culturais como exposições, assistir a filmes e mostras cinematográficas, peças teatrais, participar de jornadas de estudos, além de aproveitar a coleção de livros da biblioteca. Localizado na av. Ivo do Prado, 398, no centro, o espaço funciona aos sábados, das 9h às 14 horas e durante a semana o prédio continua no horário habitual, das 9h às 17h, com exceção das segundas-feiras, por estar fechado.

Palácio-Museu Olímpio Campos

Foto: Sílvio Oliveira

O Palácio-Museu Olímpio Campos possui áreas de acesso público, que contam a história política e cultural do monumento e da República de Sergipe, e áreas de acesso restrito, que funcionam para a administração do palácio, reuniões de trabalho e solenidades com autoridades.

No local são promovidos eventos abertos ao público, como exposições fotográficas, mostras de artistas e lançamentos de livros. O novo projeto do espaço disponibiliza serviços de guia para visitação, curadoria, pesquisa, documentação histórica, cafeteria e livraria etc. Localizado na Praça Fausto Cardoso, no Centro de Aracaju, funciona de terça à sexta-feira das 10h às 17h e aos sábados das 9h às 13h.

Centro de Memória da Ciência e da Tecnologia em Sergipe (CMCTS)

Foto: Arthuro Paganini

Instalado na sede do Instituto Tecnológico e de Pesquisas do Estado de Sergipe (ITPS), é o único museu dedicado à história da ciência e tecnologia em Sergipe. Seu acervo possui equipamentos científicos, elétricos, ópticos, térmicos, de precisão, além de porcelanato, vidrarias e utensílios de plástico. Já o acervo documental é constituído de diversos documentos e livros que trazem a trajetória da ciência em Sergipe.

O museu fica na rua Campo do Brito, 371, bairro 13 de Julho.

Memorial do Judiciário de Sergipe

Foto: Bruno César/TJSE

O memorial Judiciário de Sergipe encontra-se instalado no Palácio Sílvio Romero, inaugurado em 1895 para servir como primeira sede do Tribunal de Justiça, então denominado “Tribunal de Relação”. Instituído para agrupar e exibir documentos textuais, iconográficos, sonoros, bibliográficos referentes à história do Judiciário Sergipano, a “Casa de Memória” conta com quatro salas do palácio e mais o rés-do-chão como espaço expositivo.

As salas foram nomeadas de forma a homenagear os cinco primeiros magistrados que compuseram o quadro de Desembargadores quando foi criado o Tribunal de Relação de Sergipe pelo Decreto nº 40, de 26 de dezembro de 1892. O funcionamento ocorre de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 14h, e à tarde mediante agendamento.

O memorial fica localizado na Praça Olímpio Campos, 417, no centro de Aracaju.

Museu do Artesanato de Sergipe

(foto: Arquivo Portal Infonet)

No Museu do Artesanato de Sergipe, onde são expostos trabalhos de vários pontos do Estado, os visitantes podem contemplar trabalhos em barro, palhas, sementes, entalhes em madeira, peças de origens indígenas e caboclas, além da exposição de instrumentos de trabalhos de artesãos.

Localizado na Praça Olímpio Campos, o espaço também conta com lojinhas de artesãos com obras de artes que encantam tanto os visitantes locais quanto os turistas. Tecidos pintados à mão com motivos nordestinos, cestos, sacolas e panos-de-prato estão entre os produtos expostos e ricos de beleza.

Museu Galdino Bicho 

Carinhosamente referido por alguns dos seus sócios como “A Casa de Sergipe”, foi criado em 06/08/1912, como uma associação civil sem fins lucrativos, no sentido de zelar pela memória do Estado. Em sua estrutura estão instalados a biblioteca, a hemeroteca, a pinacoteca, o museu e o arquivo, todos voltados para a preservação, estudo e divulgação da cultura sergipana.

Localizado na rua Itabaianinha, 41, no centro de Aracaju, o museu funciona de segunda à sexta-feira, das 8h30 às 12h e das 14h às 17h.

Memorial da Advocacia Sergipana

Inaugurado em 2010, o Memorial da Advocacia Sergipana é aberto ao público interessado em conhecer tanto a parte administrativa quanto estrutural do prédio. Entre o seu acervo é encontrado, inclusive, o Livro de Registro de Cartas de Bacharéis (1931-1938), restaurado pelo Arquivo Judiciário do Tribunal de Justiça de Sergipe.

Exposto de forma fixa, o memorial fica localizado sede da Seccional Sergipe, na Avenida Ivo do Prado, 1072. O prédio da Ordem é considerado marco referencial para a história da arquitetura de Sergipe e foi tombado na década de 1980, como patrimônio histórico, cultural e artístico do estado.

CCTECA – Galileu Galilei 

Foto: Marcos Vieira

A CCTECA Galileu Galilei é um projeto piloto do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCTI) implementado pela Prefeitura de Aracaju através de seu órgão SEPLAN e com consultoria da UFS. Localizada no Parque Augusto Franco, a instituição funciona de terça à sexta de 9h às 12h e das 14h às 17h, aos sábados e domingos funcionamos das 14h às 17h .

A visita ao complexo é aberta a qualquer público e sem cobrança de ingressos ou taxas e tem a duração, em média, de duas horas e meia no Planetário e duas horas na Experimentoteca com seus 111 experimentos. A visita é guiada por monitores universitários que explicam como funciona cada equipamento, qual o seu princípio de funcionamento e aplicações desses princípios em nosso dia-a-dia.

Memorial Deputada Quintina Diniz

Foto: Assembleia Legislativa de Sergipe

O espaço homenageia a professora Quintina Diniz de Oliveira Ribeiro, que exerceu o magistério na antiga Escola Normal e manteve, em Aracaju, o Colégio Sant’Ana, que funcionou até a década de 40.

A vida política de Quintina começou em 1934, quando foi eleita a primeira mulher deputada estadual constituinte aos 57 anos, durante o curto período de organização democrática da chamada República Nova e que que se encontra entre o acervo do local.

Situado na Praça Fausto Cardoso, na Escola do Legislativo, o Memorial funciona de segunda a sexta, das 8h às 17h.

por Juliana Melo  e Verlane Estácio

Comentários