Conselho aprova projeto de apoio a agentes culturais

0

Conselheiros aprovaram por unanimidade (Foto: Fabiana Costa/Secult)

Promover a difusão e o intercâmbio da cultura sergipana em suas mais diversas linguagens. Este é o objetivo do Projeto de Intercâmbio e Difusão Cultural, apresentado na tarde desta terça-feira, 7, pela Secretaria de Estado da Cultura (Secult), ao Conselho Estadual de Cultura (CEC), e aprovado pelo mesmo.

A iniciativa consiste na criação de edital que prevê concessão de recursos financeiros oriundos do Fundo Estadual de Cultura e Arte (Funcarte) para o custeio de despesas com transporte pessoal e de equipamentos para artistas, agentes culturais ou estudiosos da área em atividades no Brasil ou no exterior.

A diretora de Integração e Projetos da Secult, Kadydja Albuquerque, explicou que o edital surgiu de uma demanda da classe, que busca continuadamente auxílio da Secult quando necessita se apresentar fora do Estado.

“Sempre recebemos artistas das mais diversas linguagens que procuram a Secretaria pleiteando passagens para suas apresentações fora do Estado. Nem sempre é possível contemplar a todos, mesmo porque a Secretaria não dispõe de recursos para isso, e buscamos sempre parceiros da iniciativa privada para ajudar nossos artistas. Com este edital, regularizaremos o processo de concessão e o faremos de forma democrática, dentro do eixo de circulação que atua a Secult”, explanou a diretora de Projetos da Secretaria de Cultura, Kadydja Albuquerque.

Aprovação unânime

O projeto foi aprovado por unanimidade entre os conselheiros que estavam presentes no encontro e só fizeram algumas considerações e indicações acerca de alguns itens do edital e foram prontamente acatados pela Secult. “Este é um edital bem elaborado, claro, consistente e muito sensível com os anseios dos artistas. Isso é muito importante, por percebemos que temos uma secretaria atenta as necessidades que surgem no meio cultural”, destacou a presidente do conselho, Ana Luiza.

Para a bailarina e conselheira Lú Spinelli, o edital é importante, pois reeduca os artistas a esta prática tão importante e justa no meio cultural. “Nos anos 80 eram muitos os editais existentes e eu, inclusive, fui beneficiada por vários do MinC [Ministério da Cultura]. Infelizmente a área da cultura perdeu um pouco essa prática de editais, e vermos que a Secult busca e fomenta essa mecanismo nos deixa muito felizes”, afirmou.

O edital do Projeto de Intercâmbio e Difusão Cultural passará por algumas alterações sugeridas por membros do Conselho e estará disponível na internet a partir do mês de julho.

Fonte: Secult

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais