Cordel do Fogo Encantado encerrará turnê no palco do Projeto Verão

0
A apresentação ocorre no último dia de Projeto Verão. (Foto: Tiago Calazans)

Na primeira noite de programação musical do Projeto Verão, dia 1º de fevereiro, a banda pernambucana Cordel do Fogo Encantado (CFE) apresentará ao público o último show da turnê “Viagem ao Coração do Sol”, do disco homônimo lançado em abril de 2018.O evento é uma realização da Prefeitura de Arcaju e patrocínio do Ministério do Turismo.

Conhecidos por sua forma diversa de expressar-se artisticamente, misturando a musicalidade sertaneja com a poesia e as artes cênicas, os integrantes da banda prometem entregar mais um espetáculo musical literário para a alegria de aracajuanos e turistas.

O método particular de execução das músicas diante do público, que é instigado a reagir à cenografia e à performance, deverá ser o ponto alto da apresentação da banda formada em Arco Verde.

Quem segue a banda desde seu primeiro trabalho, lançado em 2001, está acostumado com a sonoridade peculiar, transpassada, por vezes, por declamações de poemas, permitindo depreender disso a estrutura da qual os músicos utilizam para criar.

“O grupo surgiu como um espetáculo cênico–musical. Então nossa forma de criar tem como base três princípios: a poesia, o teatro e a música. Sempre que criamos, esses três elementos já vem implícitos em nossa forma de compor, está tudo interligado e a cada novo álbum uma nova experiência e conceito”, explica o violonista Clayton Barros.

O último disco marca o retorno das atividades da banda após uma pausa de 12 anos, uma tentativa bem sucedida de organizar as experiências artísticas acumuladas individualmente  por Clayton Barros (violão e voz), Emerson Calado (percussão e voz), Nego Henrique (percussão e voz) e Rafa Almeida (percussão e voz) e José Paes de Lira (voz).

“Cada um colheu inúmeras experiências com a pausa do grupo em 2010. E isso fez com que alimentasse de novidades e conhecimentos a reunião da volta. Aprendizados em fotografia, vídeo, cenografia, áudio e principalmente poesia, a busca por novos pensamentos e conceitos de sociedade em torno da arte”, explica Clayton.

Fonte: PMA

Comentários