Curta-SE 18 contará com apresentação da Orquestra Sinfônica

0
Evento acontece dia 23 (Foto: Casa Curta-SE)

A abertura do 18ª edição do Festival Iberoamericano de Cinema de Sergipe (Curta-SE) acontece no Teatro Tobias Barreto (TTB), em Aracaju (SE), às 19h30 do dia 23 de julho. O evento, com acesso gratuito, contará com a apresentação da Orquestra Sinfônica de Sergipe e Coro Sinfônico, além da 1ª Mostra Informativa com a websérie Empoderadas. O tema deste ano é Afrodite e faz alusão ao cinema feminino e negro.

“A Orsse abraçou o Curta-SE nesta edição. Vai fazer um repertório dedicado ao Festival e ficamos felizes com a participação da orquestra, compondo a diversidade de atividades que o evento proporciona”, expressou a diretora executiva do Curta-SE, Rosângela Rocha.

Apesar do acesso gratuito, as vagas são limitadas. Os ingressos podem ser retirados na entrada do TTB a partir das 18h do dia do evento. Com patrocínio bronze da Seguros Unimed, cada pessoa tem direito a até dois convites.

Empoderadas

Dirigida por Joyce Prado e Renata Martins, que estará presente no Festival, a websérie conta a trajetória de mulheres negras que lutam contra as opressões a que são submetidas. Mas, além da narrativa, a produção tem como objetivo contrapor estereótipos e ser representatividade para crianças e adolescentes negras na mídia tradicional.

Renata Martins é cineasta formada pela Universidade Anhembi Morumbi e pós-graduada em linguagens da arte pela USP. Reconhecida roteirista e diretora de programas na TV Cultura, a cineasta atua na Secretaria de Educação de São Paulo e é ganhadora do prêmio Personalidade Empreendedora. “Uma grande mobilizadora da participação da mulher negra no audiovisual”, ressaltou Rosângela Rocha.

Na oportunidade, Renata Martins e a cineasta Everlane Moraes serão homenageadas. Radicada em Sergipe, a baiana Everlane Moraes atualmente estuda cinema em Cuba. Diretora, produtora e artista, trabalhou na produção de diversos curtas e longas nacionais como “O Senhor do Labirinto”, “A Pelada”, além realizar, como diretora de arte o “Rezou à Família e foi ao Cinema”.

Curta-SE 18

O Festival ocorre até o dia 27 de julho. Após a abertura oficial, neste dia 23, a programação segue para o Cinema Vitória. Haverá exibições de videoclipes, vídeos de bolso, curtas sergipanos, curtas iberoamericanos, trailers e longas-metragens, além de uma roda de conversa sobre a participação das mulheres no audiovisual.

O Curta-SE 18 também enaltece a Década Internacional de Afrodescendentes (2015-2024) proclamada pela resolução 68/237 da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). Nesta década, a comunidade internacional reconhece que povos de ascendência africana representam um grupo distinto, cujos direitos humanos precisam ser promovidos e protegidos.

Apoio

Através da Lei de incentivo à Cultura, o Festival tem patrocínio bronze da Seguros Unimed; apoio cultural do Sebrae, Cinema Vitória, Inova Produções, Tag.i, Secult-SE e da Casa Curta-SE. A realização é da AVBR Produções e da Secretaria do Audiovisual/Ministério da Cultura.

Fonte: ascom Casa Curta-SE

Comentários