Espaço Zé Peixe promove Feira de Artesanato e Sarau nesta sexta

0
Feira ocorre nesta sexta-feira, 24 (Foto: Pritty Reis)

Até esta sexta-feira, 24, o Espaço Zé Peixe recebe uma feira de artesanato sergipano com exposição de peças de crochê, bordados, cerâmica, biscuit, doces, madeira, fontes rústicas, entre outras técnicas artísticas. Aberta a partir das 08h, a feira reúne cerca de 15 artesãs atendidas pelo Programa Artesanato de Sergipe, ligado à diretoria de Trabalho e Renda da Secretaria de Estado da Inclusão Social (Seit). A programação comemorativa dos 4 anos do Espaço Zé Peixe culmina, nesta sexta, com o ‘Sarau do Zé’, que terá apresentações artísticas de de música e dança, a partir das 18h, com show de Gladston Rosa e as apresentações do NuTempo Dance Company e da Academia Sergipana de Dança de Salão.

A recepcionista Vanessa Cavalcante foi conhecer a feira e ficou surpresa com a variedade e a beleza dos produtos artesanais. “Atrações como esta acrescentam muita em nossa cultura e conhecimento. Existe muita coisa sendo feita em Sergipe que acabamos não sabendo ou pesquisando. Fiquei encantada por ver que cada peça artesanal é feita com muito amor e carinho. O memorial do Zé Peixe já é um ponto turístico e com a Feira acaba sendo ainda mais um atrativo”, disse.

Os produtos expostos na feira são confeccionados por artesãs vindas de diversos municípios (Foto: Pritty Reis)

Os produtos expostos na feira são confeccionados por artesãs vindas de diversos municípios, como Aracaju, Barra dos Coqueiros, Ilha das Flores, Graccho Cardoso e São Cristóvão. A artesã Maria da Conceição Melo, por exemplo, faz roupas e acessórios em ‘renda de pilé’. “Essa feira é importante pra gente mostrar o nosso trabalho, para mostrar que tem muito artesão em Sergipe. Sou da Barra dos Coqueiros e, há cinco anos, trabalho com a ‘renda do pilé’, fazendo calça, vestido, bermuda e o que a imaginação deixar. O produto mais procurado é a saída de praia”, disse a artesã, que cotidianamente vende seus produtos na Praia da Costa.

A culinária artesanal sergipana também tem espaço garantido na feira, como as ‘Delícias da Vovó Liete’. Doces tradicionais de banana, goiaba e batata, além de cocadas de goiaba, banana, maracajá, abacaxi. Geléias de acerola, goiaba e manga, e licores e cachacinhas saborizadas. “Tudo eu mesmo que faço na minha cozinha. A feira representa a abertura de horizontes e uma forma de divulgarmos nossos produtos. O artesanato sergipano precisa disso. Trabalhamos com muito amor e dedicação em todo o processo de criação até a finalização. Uma oportunidade dessa em um ponto turístico é muito boa para a gente”, disse o produtor culinário Everton Santos.

O folclore se alia ao artesanato através do papel, barro, tecido e resina. Há 20 anos, a artista plástica Tânia Aguiar cria e confecciona bonecos folclóricos. “Fiz uma série de trabalhos com bonecos folclóricos e trago sempre o retrato das características tradicionais. Trago representações da Ponte do Imperador, Mercado, Reizado, Cacumbi, Taieira, caranguejos, papagaios, sempre nessa linha das nossas tradições. Tem muita gente precisando expor o seu material e ter essa parceria com a secretaria de Inclusão nos ajuda muito”, afirmou.

Segundo Guga Viana, produtor cultural do Espaço Zé Peixe, a feira de artesanato integra a programação de aniversário do ponto turístico. “Temos duas salas de exposição, onde abrimos as exposições Art In África e Recriando – Mestre Passos, além de um posto avançado do Núcleo de Apoio ao Trabalhador (NAT), bem como o restaurante Tototó com comidas típicas sergipanas e agora esta feira de artesanato. Convidamos toda a sociedade sergipana e turistas para vir conhecer. Nesta sexta-feira, dia 24, teremos o Sarau do Zé, com apresentações artísticas a partir das 18h”, convida.

Fonte: SEIT

Comentários