Final do I Festival Arpub começa nesta segunda

0

Concurso entra na fase final da etapa sergipana
Tem início na noite desta segunda, 19, a fase final da etapa sergipana do I Festival Nacional de Música da Associação das Rádios Públicas do Brasil (Arpub). Organizado localmente pela Rádio Aperipê, em parceria com o Portal Infonet, a Rua da Cultura e a Petrobras, o concurso tem por objetivo revelar e divulgar gravações de obras musicais inéditas, promovendo assim a cultura local.

Dez artistas sergipanos chegaram à última fase da competição. Nesta primeira noite se apresentarão, na Rua da Cultura, a banda Ferraro Trio, Uma Ruma, Patrícia Polayne, Edson João e Café Pequeno. No dia 26 é a vez de Silvio Caldas, Celda Mota, Bago de Jaca, Gilson Nascimento e Em 3. Os shows ocorrerão sempre às 20h e têm entrada franca.

Diferente das fases anteriores do concurso, quando o público escolheu os vencedores através da votação no Portal Infonet, agora os ganhadores serão indicados através de um grupo de jurados que envolve músicos, compositores e jornalistas sergipanos. A previsão é de que o resultado seja divulgado até o dia 28.

Ila Menezes disse que escolha dos dez finalistas teve 40 mil votos no portal

Os dois vencedores participarão do show do festival, que será realizado em Recife nos dias 5 e 6 de dezembro, e terão suas músicas tocadas nas rádio dos dez estados que participam da premiação. Haviam se inscrito, apenas em Sergipe, 60 artistas com 120 músicas. Desse número foram escolhidos 30 para votação na internet e, por último, os dez finalistas.

Parceria

De acordo com o diretor de Marketing da Aperipê, Aldanny Rezende, a principal virtude de um concurso como esse é a oportunidade de divulgar a música sergipana e tornar conhecidos novos nomes. “Nessa primeira edição só era possível inscrever músicas inéditas, dando, assim, uma nova dinâmica à cultura sergipana. Divulgar isso em rede nacional ajuda ainda mais a promover a música local”, destaca.

Aldanny ressaltou, ainda, a parceria com o Portal Infonet para a realização do festival. “Essa relação foi absolutamente indispensável para o processo de escolha dos candidatos. Não fosse essa parceria, nós não teríamos a divulgação necessária, tampouco a participação do público seria tão expressiva”, afirma.

A gerente de negócios da Infonet, Ila Menezes, acrescenta que a parceria é uma união de forças para divulgar a cultura sergipana. Ela destaca o processo de escolha dos candidatos através do portal, que recebeu 40 mil votos. “Podemos dizer que conseguimos contribuir para a cultura sergipana, sobretudo para que esses novos talentos representem bem o nosso estado em um festival de grande importância”, diz.

Para o coordenador geral da Rua da Cultura, Lindemberg Monteiro, apesar de a final escolher apenas dois nomes, o principal já foi feito. “Dentro da música sergipana esse festival foi fundamental, até pela oportunidade de fazer com que 30 músicas de uma produção que nem sempre tem espaço nas rádios comerciais, fossem conhecidas pelo público. Isso com certeza fortalece os avanços que queremos para a cultura local”, ressalta.

Por Diógenes de Souza e Carla Sousa

Comentários