Igreja debate ‘Caminho de Dulce’ e faz alerta contra privatizações

0
Audiência pública foi realizada no TCE (Foto: Cleverton Ribeiro/Ascom TCE)

A Igreja Católica em Sergipe está mobilizada para criar o ‘Caminho de Dulce’, em homenagem à primeira religiosa do Brasil consagrada como Santa Dulce dos Pobres pelo Vaticano no mês passado. Nesta sexta-feira, 1°, lideranças religiosas mobilizaram autoridades sergipanas realizando a primeira audiência pública para discutir a questão.

Em paralelo, durante a audiência pública que contou com o governador Belivaldo Chagas e parlamentares federais e estaduais, a Igreja Católica abriu espaço para o Sindicato dos Eletricitários de Sergipe (Sinergia) com o intuito de encaminhar uma outra reivindicação: mobilização contra a privatização de órgãos públicos, em especial da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) e da Eletrobras, que já estão no centro da política de desinvestimento do Governo Federal.

“Solicitamos as autoridades que não privatizem os bens públicos, principalmente a Chesf”, destacou o arcebispo metropolitano de Aracaju d. João José Costa, após ouvir o pronunciamento do sindicalista Sérgio Alves, presidente do Sinergia. O sindicalista fez uma abordagem resumida sobre a importância da Chesf e da Eletrobras para a população nordestina e fez um apelo para que a Igreja Católica e as autoridades ali presentes pudessem abraçar a causa, mobilizando-se contra a privatização desses e de outros órgãos públicos.

D. João José Costa informou, ao final, que estará à disposição dos sindicalistas para definir estratégias em defesa da Chesf, da Eletrobras e de outras empresas públicas para evitar a privatização. “Acho que privatizar os bens públicos é um prejuízo”, resumiu o religioso. “Sendo público, a gente tem o serviço de mais qualidade, mais acessível para todos porque aquilo que é público a gente não tem como preocupação primeira o econômico. Não privatizar é uma iniciativa importante para que dê oportunidade, principalmente aos mais pobres, de ter a dignidade e direito de usufruir esses bens que a natureza proporciona”, comentou.

Caminho de Dulce

Durante a audiência pública, o governador Belivaldo Chagas assumiu compromisso de estruturar os acessos à cidade de São Cristovão, partindo da capital, Aracaju, como medida eficaz para constituir o ‘Caminho de Dulce’, a Santa dos Pobres, que viveu naquele município. “Vou trabalhar um projeto voltado para o turismo religioso”, enfatizou o governador. Entre as medidas, o governador destacou a revitalização da rodovia João Bebe Água, que liga Aracaju ao município de São Cristovão e criação de um outro acesso a partir do bairro Aruana, em Aracaju, até o Museu do Carmo, na histórica São Cristovão, onde há uma gruta dedicada à santa brasileira.

Era naquele local, segundo d. João José, que a então Irmã Dulce realizava suas orações quando iniciou a atividade religiosa no convento em São Cristovão. A expectativa é que a iniciativa seja mais um atrativo turístico que possa se tornar também uma alternativa de desenvolvimento econômico para a população de São Cristovão.

O conselheiro Carlos Pinna destacou a tradição do Tribunal de Contas do Estado em apoiar iniciativas culturais, que enaltecem a sergipanidade. “O Tribunal de Contas tem longa tradição, e desde sua fundação [50 anos se completará no próximo ano], tem primado por apoiar manifestações culturais, históricas, manifestações da sergipanidade”, enfatizou Carlos Pinna, a importância do apoio do TCE nessa iniciativa da Igreja Católica em função da trajetória de Santa Dulce dos Pobres na Igreja do Carmo, em São Cristovão.

Ao final da audiência pública, foi criada uma comissão especial com participação de representantes do Governo do Estado, da Igreja Católica, das Prefeituras de São Cristovão e de Aracaju e também da Ordem dos Advogados do Brasil em Sergipe (OAB/SE) para estabelecer o roteiro e as estratégias para concretizar o ‘Caminho de Dulce’, que deverá ser inaugurado em outubro do próximo ano, quando será comemorado o primeiro ano de santidade de Dulce dos Pobres.

por Cassia Santana

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais