Imbuaça apresenta novo espetáculo no TTB

0

“O Mundo Tá Virado…” apresenta novos atores dos projetos do Imbuaça
Depois de estrear no 1º Festival Nacional de Teatro de Rua de Porto Alegre o grupo Imbuaça traz para os palcos sergipanos o espetáculo ‘O Mundo Tá Virado, Tá No Vai ou Não Vai. Uma Banda Pendurada, a Outra em Breve Cai’. As apresentações acontecem nesta sexta-feira, 22, e no próximo sábado, 30, no Teatro Tobias Barreto, às 21h.

O mais novo espetáculo do grupo sergipano, que já está com 32 anos de estrada, tem como foco a cultura popularesca. A atriz Isabel Santos explica que a temática surgiu de uma reflexão interna do grupo. “Vínhamos fazendo teatro com uma temática muito realista e resolvemos fazer diferente desta vez”, conta.

Através da ficção e do tom bem regional o Imbuaça propõe uma reflexão sobre a cultura popular e de massa que perpassa o dia a dia das pessoas, com uma leve crítica ao consumo exacerbado.

Nova montagem do grupo sergipano traz muita música e dança
Baseada em três textos adaptados da literatura de cordel pelo ator Iradilson Bispo, que também assina a direção geral do espetáculo, ‘O Mundo Tá Virado…” se passa em três momentos e em locais diferentes.

Curiosidades

‘O Mundo Tá Virado, Tá No Vai ou Não Vai. Uma Banda Pendurada, a Outra em Breve Cai’ nem mesmo estreou nos palcos sergipanos, mas já chama a atenção pelo título incomum escolhido pelo grupo. Manoel Cerqueira, ator e integrante do Imbuaça, explica que a escolha foi proposital. “Foi uma escolha estratégica, pois desperta a curiosidade das pessoas. Além disso, a peça inicia com essa frase, por isso a escolha”, explica.

Pela foi concebida para ser apresentado na rua, em meio ao público
O espetáculo foi concebido para ser encenado na rua, mas por conta do tempo chuvoso o grupo preferiu não se arriscar e está levando a apresentação para o palco do TTB. No entanto, quem for conferir a peça não deve estranhar o formato diferenciado que será montado para a estréia em Aracaju. Serão colocados no palco cadeiras e arquibancada com capacidade para aproximadamente 400 pessoas. “Estamos levando para o palco o mesmo formato que faríamos na rua”, ressalta Izabel. A idéia é promover a interação e a aproximação com o público.

Nesta nova montagem o Imbuaça promoveu uma audição para a escolha de novos atores para compor o elenco da peça. Foram escolhidos Késsia Mecya, Rosicleia Moura, Talita Calixto e Carlos Wilker. O objetivo, segundo Isabel, é “oxigenar o grupo”. Os novos atores são frutos de dois projetos encabeçados pelo grupo,

Espetáculo propõe interatividade com o público / Fotos: Divulgação
o ‘Nosso Palco é a Rua’ e ‘Mané Preto’.

Dificuldades

Apesar de ser o grupo sergipano mais reconhecido do Estado, e com mais de 30 anos de carreira, o Imbuaça ainda enfrenta dificuldades para montar um espetáculo. “Tiramos do bolso de cada um dos integrantes. Agora estamos aguardando algum retorno”, declara Manoel.

Os ensaios começaram logo depois do Carnaval de forma intensiva e no final de abril a grande estréia foi no 1º Festival Nacional de Teatro de Rua de Porto Alegre. Depois da  excelente receptividade que tiveram no sul, o Imbuaça espera o reconhecimento do público sergipano.

Já existem propostas para apresentações no mês de junho, durante os festejos juninos. Mas enquanto junho não vem, a oportunidade de conferir o espetáculo deste consagrado grupo sergipano é logo mais às 21h. Mas quem perder a apresentação de hoje, 22, terá mais uma chance no próximo sábado, 30, no palco do TTB. Os ingressos são limitados e estão à venda pelo preço de R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

Por Carla Sousa

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais