Inscrições para o prêmio Janelas para as Artes terminam neste domingo

0
prêmio faz parte das medidas tomadas mediante a Lei Aldir Blanc (Foto: AAN)

Dando oportunidade ao setor cultural local, afetado pela pandemia da covid-19, foi lançado o edital para o prêmio Janelas para as Artes, que abre espaço para produções culturais em Aracaju, premiando os proponentes com uma espécie de auxílio para a continuação de seus projetos. O prêmio faz parte das medidas tomadas mediante a Lei Aldir Blanc, que viabilizou em todo o país a distribuição de recursos emergenciais para a classe artística. As inscrições se encerram neste domingo, 22.

Para inscrever seus projetos, que podem ser nos segmentos de Música; Artes Visuais e Arte Urbana; Audiovisual; Artes Cênicas; Economia Criativa; Quadrilhas Juninas e Brincantes da Cultura Popular Tradicional; Literatura e Ações Culturais Afirmativas e Cidadania; o proponente deve entrar no site do Mapa Cultural de Sergipe, pelo endereço eletrônico https://mapas.cultura.se.gov.br, e clicar na aba Oportunidades, onde deve preencher o formulário com todas as informações indicadas.

O edital para este prêmio faz parte de um planejamento maior, intitulado “Programa Janelas para as Artes”, estratégia elaborada pela Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), órgão da Prefeitura de Aracaju, para transformar a cidade através do fazer artístico-cultural, se baseando na Aldir Blanc – lei federal de repasse de recursos emergenciais destinadas ao setor cultural durante a pandemia do novo coronavírus.

Para se inscrever como pessoa física, o artista deve ter idade igual ou superior a 18 anos, ser residente em Aracaju e trabalhar com cultura por, pelo menos, dois anos. Já os proponentes como pessoa jurídica devem ser instituições privadas, com ou sem fins lucrativos, que tenham como natureza o desenvolvimento de atividades relacionadas à produção artística e/ou cultural, com sede em Aracaju. Poderão se inscrever, também, circos e artistas de rua que comprovem permanência em Aracaju durante a pandemia da covid-19.

O proponente poderá inscrever quantos projetos quiser, podendo, inclusive, ser contemplado em mais de um segmento e/ou eixo. Os credenciados serão recompensados de acordo com o valor da categoria que está inscrito. Com o valor recebido, deverão executar seus projetos com o intuito de ofertá-los gratuitamente à população. Ao todo são mais de R$ 3 milhões em prêmios, distribuídos entre todas as modalidades do edital.

Fonte: Funcaju

Comentários