Li e Recomendo – “O Livro do Desassossego”

0

Álvaro Müller, jornalista, indica obra de Fernando Pessoa
A dica de leitura desta semana é dada pelo jornalista Álvaro Müller, que atualmente, entre outras atribuições, responde pela assessoria de comunicação da Universidade Tiradentes (Unit). A obra que ele recomenda para os internautas do Portal Infonet, no ‘Li e Recomendo’ desta semana é ‘O Livro do Desassossego’, do poeta e escritor português Fernando Pessoa.

Müller justifica a indicação por esse ser um livro que fez enxergar a si e à vida de uma forma diferente. O livro é composto por textos em fragmentos, reflexões e devaneios sobre Deus, paixão, moral a existência e o significado das coisas. “Aliás, este é um efeito inerente a praticamente tudo o que o Pessoa escreveu. É inquietante. Mostra que, de fato, ‘vivemos num lusco-fusco da consciência, nunca certos com o que somos ou com o que nos supomos ser’. É de desassossegar um bom leitor e, portanto, deveria estar em todas as cabeceiras”, explica o jornalista.

Livro: “O Livro do Desassossego”

Editora: Companhia das Letras

Autor: Fernando Pessoa

Clique aqui para adquirir o livro
Sinopse

O narrador principal (mas não exclusivo) das centenas de fragmentos que compõem este livro é o “semi-heterônimo” Bernardo Soares. Ajudante de guarda-livros na cidade de Lisboa, ele escreve sem encadeamento narrativo claro, sem fatos propriamente ditos e sem uma noção de tempo definida. Ainda assim, foi nesta obra que Fernando Pessoa mais se aproximou do gênero romance. Os temas não deixam de ser adequados a um diário íntimo – a elucidação de estados psíquicos, a descrição das coisas, através dos efeitos que elas exercem sobre a mente, reflexões e devaneios sobre a paixão, a moral, o conhecimento.

Comentários