Ministro torce para a Praça São Francisco

0

Praça São Francisco pode se tornar Patrimônio da Humanidade
O ministro da Cultura Juca Ferreira disse que tem expectativa de que o Comitê do Patrimônio Mundial da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco) aprove a inclusão da Praça de São Francisco, em São Cristóvão, como mais um dos patrimônios culturais que o Brasil tem na lista da Unesco. A praça do período colonial é o único item com o qual o Brasil vai concorrer este ano.

A 34ª sessão do grupo, da qual participarão 800 especialistas, representando 187 países, começou no último domingo, 25, e vai até o dia 3 de agosto. No encontro eles vão analisar a lista de itens do Patrimônio Mundial da Unesco. Dessa análise sairá decisão sobre a permanência de 31 itens que já têm o título de patrimônio, mas são considerados “em perigo” pela organização. Os especialistas avaliarão ainda 41 itens que pleiteiam entrada na lista.

Juca Ferreira, ministro da Cultura, ressaltou candidatura sergipana
Ao chegar para a abertura do evento, o ministro da Cultura, Juca Ferreira, ressaltou que o Brasil não tem nenhum de seus 17 patrimônios mundiais ameaçados de perder o título. Segundo ele, isso é parte da valorização do Brasil no contexto internacional.

“É o reconhecimento da comunidade da Unesco de que o Brasil vem fazendo o dever de casa. Não temos um sítio sequer na condição de sítio ameaçado. Desde a fundação do Iphan [Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional] no início do século passado, viemos construindo uma política de patrimônio que foi consolidada no governo Lula”, afirmou o ministro.

Os representantes da Unesco também vão discutir a situação de três patrimônios que estão em áreas de conflito. Um deles é uma região de Jerusalém pela qual palestinos e israelenses estão brigando. O outro, fica no Kosovo, numa área requisitada pela Sérvia. E o terceiro é objeto de contenda entre a Tailândia e o Camboja.

Com informações da Agência Brasil

Comentários