Morre o ex-cacique Apolônio Xokó

0
Segundo o ambientalista Lizaldo Vieira, a comunidade indígena perde uma das mais importantes de suas lideranças (Foto: Funcaju)

O ex-cacique Apolônio Xokó morreu nesta terça-feira, 28, em decorrência de complicações de diabetes, além de problemas do pulmão e no coração. Segundo o ambientalista Lizaldo Vieira, a comunidade indígena perde uma das mais importantes de suas lideranças.

Ainda segundo Vieira, Apolônio Xokó foi uma das mais emblemáticas lideranças indígenas que mais ajudou nas conquistas da única tribo que existe em Sergipe. “Ele teve uma vida de muitas dificuldades por causa dos problemas de saúde”, lamenta.

Apolônio também ficou conhecido pelo exemplo de luta pela paz dos povos indígenas sergipanos.

O sepultamento será nesta quarta-feira, 29, às 10 horas, na tribo Xokó.

por João Paulo Schneider  e Verlane Estácio

Comentários