NaurÊa lança CD com influências musicais do “mundo inteiro”

0

Capa do novo trabalho da banda
Babelesko. Esse é o nome do mais novo trabalho da banda NaurÊa, que será lançado no próximo sábado, 14, no show do Projeto Verão, em Aracaju. O álbum, com sete faixas e três bônus, é um CD temporário entre “NaurÊa Apresenta o Sambaião” e o próximo disco, provisoriamente intitulado “Al-Gazarra”, que deve ser lançado ainda este ano.

“O nome do CD surgiu do contato com pessoas de diversas nacionalidades”, explica o vocalista da banda, Alex Santana. E da mistura de sotaques e línguas, foi criado o nome Babelesko, que reflete também a integração do forró com outros ritmos e sons do mundo inteiro. Essa miscelânea, tão comum ao grupo, é percebida já na capa do disco. No encarte, “as bandeirinhas de São João aparecem coladas sobre sucessivas texturas de chita, criando um ar hi-tec, passeando pelas colagens punks e aterrissando na Índia ou na riqueza dos tapetes persas”, conforme texto de divulgação do álbum.

Os nomes das músicas aparecem grafados em japonês, alemão, inglês, francês, espanhol, em babelesko e romeno.  E isso dá o tom do que virá em Babelesko. O trabalho está repleto de sonoridades diversas. As influências vão do ritmo Kuduro, de Angola ao forro de Luiz Gonzaga, com a batida forte de guitarras londrinas e de percussões mouro-brasileiras. O cd traz ainda o sambaião e músicas de roda, além de canções onde se percebe o baixo jamaicano e a sanfona.

Projetos futuros

A banda planeja viajar em março para São Paulo e Rio de Janeiro, para divulgar todos os álbuns. Os CDs podem ser adquiridos através do site da gravadora Atração. Lá o público vai encontrar também o primeiro DVD da Naurêa, “Sambaião Ao Vivo”. E em julho, após as festas juninas, a banda viaja para a Alemanha, para participar dos projetos de verão do país.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais