Orsse encerra Temporada 2019 com recorde de público no TTB

0
O Concerto de Natal, tão aguardado pelos sergipanos, aconteceu na noite de ontem, 19 e teve o maior público da orquestra no ano (Foto: Ascom/Funcap)

Fechando sua exitosa programação de 2019, a Orquestra Sinfônica de Sergipe lotou o Teatro Tobias Barreto para uma apresentação especial que contou com a participação do Coro Sinfônico da ORSSE. Foi executada a desafiadora Nona Sinfonia de Beethoven, com a participação dos solistas: Verônica Santos (soprano), Aline Araújo (contralto), do tenor recifense Diel Rodrigues e do barítono sergipano, Roziel Benvindo. O Concerto de Natal, tão aguardado pelos sergipanos, aconteceu na noite de ontem, 19 e teve o maior público da orquestra no ano.

Público lotou o Teatro Tobias barreto para a apresentação (Foto: Ascom Funcap)

O maestro Guilherme Mannis comenta que esta última apresentação da orquestra neste ano, no Teatro Tobias Barreto, constituiu-se na realização um grande repertório, saindo do senso comum de apresentações de arranjos natalinos de peças já conhecidas do grande público. Sergipe também foi lembrado nesse repertório, num justo momento em que se preparam as comemorações pelo Bicentenário de sua Emancipação Política. A orquestra apresentou o que o maestro Mannis considera uma descoberta musicológica: a valsa Raquel, do compositor sancristovense Frei José de Santa Cecícila, autor do Hino de Sergipe. “Essa descoberta é o resultado de uma pesquisa feita pela harpista Thaís Rabelo nos arquivos musicais de Sergipe, buscando resgatar a memória musical de nossa terra durante os últimos dois séculos”.

A auxiliar de expedição, Flávia Daniele disse que participar de um espetáculo com o Concerto de Natal é uma alegria. “Eu sou uma admiradora da Orsse, mas confesso que o espetáculo de Natal é o mais aguardado por mim. Estar aqui com minha filha já é um presente muito especial. Parabéns a todos que trabalham para realizar esse evento. É lindo demais e todos deveriam ter a oportunidade de prestigiar”.

Para Carolina Meirelles, estudante de Biomedicina, a escolha da Nona Sinfonia de Beethoven foi acertada. “Nos brindar com essa apresentação a alguns dias do Natal foi muito especial. A Nona Sinfonia é muito grandiosa, abrangente. Um grande marco na carreira de Beethoven. E o sucesso está comprovado com esse público aqui hoje que lotou o Teatro”, finalizou.

Fonte: ASN

Comentários