Pontos de Cultura do Nordeste se unem em rede audiovisual

0

Com o objetivo de convergir interesses comuns e definir estratégias e realizações para democratizar a produção, difusão e exibição dos Pontos de Cultura ligados a linguagem audiovisual, a Rede Audiovisual do Nordeste dos Pontos de Cultura (RANPC) está prestes a ser concretizada.

 

Os representantes dos Pontos de Cultura, Associações Brasileiras de Documentaristas (ABDs), Cineclubes, Associação Nordestina de Cineastas e Núcleos Digitais do Programa Olhar Brasil, do Ministério da Cultura, se reúnem, nesta quarta-feira, 14, às 10h, no Hotel Abevile, para fechar uma rodada de discussões que vão sustentar as propostas de ação do grupo. Isto, durante a realização da 29ª edição do Guarnicê (Festival de Cinema do Maranhão).

 

A articulação da sociedade civil – que tem a Regional nordeste do MincC como parte integrante do processo de formação – visa criar o primeiro acervo audiovisual fora do eixo Rio – São Paulo para atender as demandas regionais, estimular a circulação e exibição das realizações audiovisuais dos Pontos de Cultura em encontros estaduais e regionais, articular projetos de exibição itinerantes e buscar a manutenção do programa Cultura Viva, de forma que este seja considerado uma ação permanente incluída no Orçamento da União.

 

Vários Pontos de Cultura do seguimento audiovisual e cultural se uniram, cada um com seu projeto de intervenções audiovisuais urbana e rurais, no intuito de desenvolver um projeto em rede voltado para a integração do Nordeste.

 

Comentários