Pré-Caju movimenta economia do Estado

0

Meses antes do Pré-Caju acontecer, a economia sergipana já se movimenta em torno da festa. Hotéis, bares, restaurantes, transportes e o comércio em geral, todos têm bons lucros durante

Economista Luís Moura
esse período.

 

Para o economista do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Sócio-Econômicos (Dieese), Luís Moura, o Pré-Caju é benéfico para a economia do Estado porque movimenta o comércio antes e durante a festa.

 

Segundo ele, os setores que mais faturam durante o Pré-Caju são hotelaria, entretenimento e comercialização de bebidas. “Neste período, os comerciantes transferem seu ponto fixo para a avenida, onde há maior concentração de pessoas. Isso contribui para uma maior geração de renda. É também durante o Pré-Caju que muitos trabalhadores conseguem empregos temporários, criando oportunidades de ganho extra e, conseqüentemente, trazendo benefícios para a capital”, explica ele.

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais