Projeto Orlando Vieira engloba ações da Secult para o audiovisual

0

Cenas do filme 'Aos Ventos que Virão' (Fotos: Ascom Secult)

O Governo de Sergipe, através da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), está prestes a fazer história na cena do audiovisual sergipano. Isso porque no próximo dia 05 de outubro, às 19h, no Centro de Criatividade, será lançado o Projeto Orlando Vieira, um pacote de ações que beneficia a área, que vai desde a exibição de filmes com acesso gratuito, ao Edital de Apoio à Produção de Obras Audiovisuais Digitais de Curtas Metragens, cujo investimento será de R$ 150 mil.

Segundo a secretária de Estado da Cultura, Eloísa Galdino, o projeto consolida o compromisso do governador Marcelo Déda com o audiovisual sergipano. “Essa boa relação entre poder público e audiovisual teve início com a produção do filme ‘O Senhor do Labirinto’, patrocinado pelo Governo do Estado e que teve mais de 90% das cenas gravadas em Sergipe e mais de 100 sergipanos envolvidos com a produção”, relembra a secretária.

Orquestra dos Meninos

Eloísa destaca o diálogo com os agentes culturais da área do audiovisual como fundamental para a construção do edital. “Nós da Secult elaboramos o projeto e, posteriormente, fizemos questão de nos reunir com o Fórum do Audiovisual para apresentar o edital, discutir pontos importantes e ouvir as sugestões deles. Algumas foram atendidas, como o valor do investimento no edital, que saltou de R$ 60 mil para R$ 150 mil”, explica a gestora.

Sobre o projeto Orlando Vieira

O projeto Orlando Vieira leva o nome do prestigiado ator sergipano que, nesse ano, completa 80 anos. Ao decorrer do projeto ocorrerão oficinas, mesas redondas, exibições de filmes, mostras fotográficas, além da digitalização de todo acervo documental e de fotos do artista, produção de um box promocional com longas e curtas sergipanos e, por fim, a produção de um documentário que encerrará o projeto e será exibido no final do ano.

Além de todas essas atividades, o Edital Orlando Vieira, que também faz parte do projeto, contemplará cinco projetos de curtas metragens digitais de até 15 minutos nas categorias ficção e documentário. As inscrições serão abertas no dia 07 de novembro e seguem até 07 de dezembro. Os candidatos podem inscrever quantos projetos desejarem, mas apenas uma dessas produções será contemplada com R$ 30 mil para sua execução.

A diretora de Projetos e Integração Cultural da Secult, Kadydja Albuquerque, ressalta que o diálogo com o Fórum do Audiovisual foi muito positivo, fazendo com que o projeto evoluísse bastante. “Na medida do possível, atendemos aos pedidos do Fórum e, posteriormente, apresentamos o projeto revisado ao Conselho Estadual de Cultura (CEC), que, além de ter aprovado, elogiou bastante o projeto”, conta Kadydja.

São parceiros da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) no Projeto Orlando Vieira: Segrase, Associação Brasileira de Documentaristas e Curtametragistas em Sergipe (ABD-SE), Fundação Aperipê, Núcleo de Produção Digital Orlando Vieira, Cine Circuito Livre e Sesc-SE.

Fonte: Ascom Secult

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais