Santuário de Nossa Senhora da Piedade é restaurado

0

(Foto: Assessoria de Comunicação)

A solenidade religiosa mais esperada dos últimos anos pela comunidade cristã católica lagartense aconteceu com uma missa solene que marcou a reinauguração do Santuário de Nossa Senhora da Piedade. Após um período de uma grande reforma, que durou aproximadamente sete meses e um gasto de mais de 400 mil reais arrecadados entre os próprios fiéis, o evento religioso reuniu milhares de pessoas na praça e na igreja matriz, entre autoridades, empresários, líderes religiosos, políticos e comunitários, imprensa e toda a comunidade não somente de Lagarto, mas de toda a Diocese de Estância.

O primeiro momento da noite foi com o Ministério da Acolhida da paróquia, que no momento mariano, às 18h30, enquanto todos aguardavam a reabertura da igreja, rezaram juntos o Terço Bizantino. Conduzido por uma entusiasmada freira, lindas canções de Padre Zezinho eram entoadas nas pausas.

Após o terço cantado, os principais responsáveis pela reforma, o Padre Raimundo e o coordenador da obra, Rafael Batista, fizeram os devidos agradecimentos aos que muito colaboraram, entre trabalhadores e organizadores, pela dedicação e empenho, e prestaram contas dos gastos com a revitalização. Foram arrecadados 265 mil reais, sendo 50 mil em um leilão e 215 mil entre a comunidade, já os demais recursos foram conseguidos pelo próprio fundo da igreja, até chegar à quantidade de
415 mil.

O historiador e professor Claudefranklin Monteiro contou as histórias das últimas cinco grandes reformas passadas pela trecentenária Igreja Matriz, construída em 1869. Já Filarmônica Lira Popular apresentaram o Hino de Nossa Senhora da Piedade. Posteriormente os agradecimentos, o bispo da diocese e o pároco realizaram uma pequena vistoria na igreja, antes dela ser aberta oficialmente.

Mas o momento mais esperado da noite enfim aconteceu. A entrada solene por um tapete vermelho pelos bispos Marcos Eugênio e Mario Rino Sivieri, Monsenhor José Carvalho, padres, seminaristas e coroinhas, seguidos pelo prefeito Valmir Monteiro, a primeira-dama Andresa Nascimento, o deputado estadual Gustinho Ribeiro, os secretários municipais Cleverton Oliveira e Noel Souza, assessor parlamentar Aloísio Andrade e demais autoridades políticas locais, foram sob a entoação de um lindo coral gregoriano lagartense e comandado pelo Padre Lucas, organizado especialmente para a grande missa.

Já os fiéis, enquanto assistiam à missa também em gregoriano e presidida pelos bispos, analisavam cada detalhe da revitalização, restauração e reforma da Igreja de Nossa Senhora da Piedade. Bancos envernizados, piso polido, a troca do forro que recebeu uma linda imagem da padroeira, rampas de acessibilidade e a pintura total foram conferidos pelos olhos atentos dos católicos. “Está muito linda”, “Eu queria me casar de novo com o meu marido aqui”, “Estou emocionado com tudo”, exclamavam um e outro, numa aprovação unânime. No momento final da missa foi descerrada a placa comemorativa da reinauguração ao som do Hino de Nossa Senhora da Piedade.

Para o Pároco da Igreja Matriz, Raimundo Diniz, o principal responsável pela grande obra, falou do momento historio. “Para mim e para os que compõem a nossa igreja, a honra é muito grande e eu sou grato ao povo lagartense que representa também a renovação da nossa fé com a restauração do nosso principal templo cristão católico. Entramos para a história nesses 330 anos de igreja em Lagarto”, disse.

O prefeito Valmir Monteiro, que assistiu todos os momentos do evento religioso, ao lado da primeira-dama Andresa Nascimento, era um dos mais emocionados. “Felizmente, Lagarto tem em sua comunidade uma grande parte formada por cristãos, destes, como a maioria das outras regiões brasileiras, são católicos. Portanto, os religiosos merecem um templo à altura da sua fé, já que o catolicismo se confunde com a própria história lagartense”, analisou. “Por outro lado, agora temos uma igreja que acompanha o desenvolvimento socioeconômico e populacional de Lagarto. Hoje a cidade universitária e ternura, conduzida religiosamente por tantos anos por Monsenhor Daltro no passado, tem sim a igreja mais bonita e lotada do interior sergipano”, concluiu.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Comentários