São Cristóvão contará com programação pela canonização de Irmã Dulce

0
Celebração ocorre de 10 a 13 de outubro (Foto: Prefeitura de São Cristóvão)

Irmã Dulce iniciou sua vida religiosa em São Cristóvão e para celebrar sua canonização, dos dias 10 a 13 de outubro a Prefeitura de São Cristóvão preparou juntamente com a paróquia Nossa Senhora da Vitória, uma programação com Tríduo Preparatório, Vigília e transmissão da Missa de Canonização, na Gruta de N. Srª de Lourdes, no Convento do Carmo.

A beatificação de Irmã Dulce promete ser um marco no turismo religioso de São Cristóvão. A gestão municipal pretende implantar o roteiro turístico religioso com memorial de Irmã Dulce, loja de artigos religiosos, visita guiada ao convento que a primeira santa brasileira frequentou e reconstrução dos sete passos de Dulce ao chegar no Centro Histórico. Para isso, técnicos de turismo da Prefeitura têm negociado com a Cúria Metropolitana de Aracaju e com a Organização Sociais de Irmã Dulce, em Salvador.

Para o prefeito Marcos Santana, a celebração da canonização será uma oportunidade para o fomento do turismo na cidade. “Nós queremos fomentar o turismo na cidade. Sabemos a importância da data para todo o país e estamos montando um planejamento para atrair visitantes para a cidade neste período, o que reflete na economia do município, gerando emprego e renda para os sancristovenses”, apontou.

História

Aos 19 anos, Maria Rita se tornou freira, assumindo o nome “irmã Dulce” em homenagem à mãe (Dulce), que havia perdido aos sete anos de idade. Seu pai, Augusto Lopes Pontes, era dentista e professor universitário em Salvador. Irmã Dulce começou a acolher pessoas necessitadas em sua casa aos 13 anos, antes mesmo de se tornar freira. Sua casa, no bairro de Nazaré, se transformou um centro de atendimento para doentes e pessoas em situação de rua, e ficou conhecida como “A Portaria de São Francisco”. Segundo a ONG OSID, Irmã Dulce se formou como professora em 1933, mesmo ano em que entrou para a Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada da Mãe de Deus, na cidade de São Cristóvão.

Após a canonização Irmã Dulce passará a ser invocada por Santa Dulce dos Pobres. Trata-se da primeira santa brasileira desta época. O processo de canonização de Irmã Dulce foi o terceiro mais rápido da Igreja Católica.

Festa de Canonização de Irmã Dulce

De 10 a 12/10

Tríduo Preparatório na Igreja do Carmo, às 19h

Dia 12/10

Vigília na Gruta de N. Srª de Lourdes, Convento do Carmo, a partir das 21h – com orações, testemunhos e exibição do filme Irmã Dulce

Dia 13/10

Dia da Canonização

– Às 5h, transmissão da Missa de Canonização da Beata Irmã Dulce em Roma, na Gruta de N. Srª de Lourdes, Convento do Carmo;

– Às 17h, Missa presidida pelo Arcebispo Dom João José Costa, na Igreja do Carmo.

Fonte: Prefeitura de São Cristóvão

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais